Minério cai abaixo de US$ 120 com menor produção de aço na China

Minério cai abaixo de US$ 120 com menor produção de aço na China


(Bloomberg) — Os futuros do minério de ferro ampliaram as perdas depois de dados que mostraram queda da produção de aço na China em meados de dezembro, o que destaca os riscos para a demanda pela commodity rumo a 2022.

A produção de aço bruto em meados de dezembro caiu 2,3% em relação aos dez primeiros dias do mês, segundo pesquisa com usinas conduzida pela China Iron & Steel Association (CISA). O minério de ferro havia superado US$ 120 a tonelada no início do mês, na esperança de que a recuperação da produção de aço no maior fornecedor mundial aumentaria a demanda pela matéria-prima.

“A produção de metal fundido continua em níveis muito baixos, mas as taxas de descarga portuária de minério de ferro estão altas”, disse Wang Haitao, analista da Huatai Futures, que tem previsão neutra para os preços. Segundo o analista, as usinas estão repondo os estoques antes do Ano Novo Chinês, mas esse minério não tem sido de fato usado para a produção em dezembro.

Os volumes totais de aço nos primeiros 20 dias de dezembro subiram mais de 10% em relação ao mês anterior, mas a queda mais recente sugere desafios. A desaceleração econômica causada pela crise no setor imobiliário da China atingiu a demanda por aço e os preços do minério de ferro este ano, e as perspectivas para 2022 permanecem incertas.

Em uma estimativa anterior, a CISA indicava a produção de aço em 1,03 bilhão de toneladas em 2021 comparados a 1,065 bilhão de toneladas no ano passado, em resposta à meta do governo de limitar os volumes anuais e reduzir as emissões, bem como um reflexo da crise do setor imobiliário. Com isso, os volumes em dezembro devem somar em torno de 83,6 milhões de toneladas.

Em Singapura, os contratos futuros do minério de ferro chegaram a cair 3%, para US$ 118,35 a tonelada, e eram negociados a US$ 118,55 às 15h23 no horário local. Na segunda-feira, a commodity registrou queda de 4,3%, a maior baixa em um mês.

Os futuros em Dalian caíram 1,1%, enquanto os contratos de vergalhão de aço e bobina a quente subiram em Xangai.

©2021 Bloomberg L.P.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?