NFT de US$ 290 mil é vendido por preço 10 vezes menor acidentalmente

NFT de US$ 290 mil é vendido por preço 10 vezes menor acidentalmente


Um NFT da coleção de arte digital Bored Ape Yacht Club (BAYC) avaliado em US$ 290 mil foi acidentalmente colocado à venda e arrematado por um preço 10 vezes menor. O caso aconteceu no último sábado (11), mas só veio à tona hoje.

Tudo indica que o dono do ativo digital, cujo nome não foi revelado, teria digitado incorretamente o preço do item ao cadastrá-lo na OpenSea, maior marketplace de artes digitais do mundo. Em vez de 75 Ethereum (ETH), que é a moeda oficial utilizada para transações no site, o NFT foi posto à venda por 0,75 ETH, ou US$ 2.900 na cotação do dia.

O usuário pode até ter se dado conta da falha e tentado corrigir, mas já era tarde demais. O erro de digitação foi imediatamente capturado por um robô criado especificamente para monitorar NFTs anunciados por preços abaixo do mercado.

Transações de NFT, assim como de criptoativos de um modo geral, são irreversíveis, e é comum que usuários invistam em bots programados para aproveitar desequilíbrios de preço como esse. Para operá-los, no entanto, é preciso de muito dinheiro guardado: para executar a transferência o mais rápido possível, o robô pagou os US$ 2.900 pela obra, mais US$ 34 mil de taxas da rede Ethereum.

Mesmo com o gasto em taxas, a operação resultou em um bom lucro para o dono do bot, também desconhecido. Segundo registros da OpenSea obtidos da blockchain Ethereum, o bot comprou o NFT e o vendeu no dia seguinte por 59,99 ETH, ou cerca de US$ 230 mil – um retorno, portanto, de mais de cinco vezes na negociação.

Agora, o novo comprador anuncia o item por 85 ETH, o equivalente a cerca de US$ 325 mil pela cotação atual.

Não é a primeira vez que casos como esse ocorrem no mercado de NFTs de arte. No dia 1º de novembro de 2021, o número 7557 da coleção CryptoPunks foi vendido por 4,44 ETH, muito abaixo do cobrado por artes digitais parecidas, vendidos na época por 325 ETH.

A compra também teria sido realizada por um bot à espreita que pagou altas taxas de rede para concluir a transação no menor tempo possível. Na ocasião, a Larva Labs, desenvolvedora do marketplace dos CryptoPunks, chegou a ser cobrada pelo incidente, mas não teve jeito: o robô venceu a briga e, uma vez completada, a operação já não podia ser desfeita.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?