Nvidia impulsiona mercados; conselho da Petrobras [PETR3;PETR4] aprova indicação de Magda

stock-market-g8d899f047_1920

As bolsas da Europa operam majoritariamente em alta nesta quinta-feira (23), com ações de fabricantes de chips locais impulsionadas pelo sólido balanço da concorrente americana Nvidia e investidores digerindo uma nova rodada de dados de atividade (PMIs) da região. Os futuros de Nova York também avançam, depois de queda em reação ao tom duro da última ata de política monetária do Federal Reserve (Fed).

Nas praças europeias, fabricantes de semicondutores europeus como a alemã Infineon e as holandesas ASM e ASML sobem cerca de 1% a 3%, respectivamente, após a Nvidia – uma das “7 magníficas” do setor de tecnologia dos EUA – divulgar resultados trimestrais melhores do que o esperado no fim da tarde de ontem (22).

O apetite por risco em ambas regiões, no entanto, é limitado pela ata de política monetária do Fed, publicada na quarta-feira. O tom do documento foi bastante cauteloso, esfriando as expectativas para eventuais cortes de juros nos EUA este ano. Segundo a ata, vários dirigentes do BC americano estão dispostos a até mesmo elevar juros de novo se a inflação voltar a ganhar força.

No âmbito macroeconômico, os últimos PMIs europeus trouxeram um quadro misto. Na Zona do Euro, o PMI composto subiu para 52,3 em maio, graças à indústria, uma vez que o setor de serviços permaneceu estável. 

Apenas na Alemanha, tanto indústria quanto serviços surpreenderam positivamente. No Reino Unido, por outro lado, o PMI composto recuou neste mês, com pressão de serviços. Nas próximas horas, são aguardados PMIs dos EUA.

Mais cedo, as principais bolsas da Ásia fecharam majoritariamente em baixa, também pressionadas pelo tom “hawkish” da última ata de política monetária do Federal Reserve. Nas praças asiáticas, apenas o Japão se animou com os sólidos resultados trimestrais da Nvidia.

Por aqui, os temores fiscais, com a inflação e os juros básicos permanecem acesos, ainda mais após falas de ontem do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, elevarem as preocupações com as condições econômicas do país e a piora na projeção de rombo nas contas públicas deste ano pelo governo. 

Ao justificar o aumento na projeção de déficit primário em 2024, o secretário do Tesouro Nacional, Rogério Ceron, disse que é explicado integralmente pela abertura do crédito suplementar possibilitado pelo bom desempenho das receitas. Em meio aos riscos fiscais, o economista do Santander Ítalo Franca disse ver pressão por mudança na meta fiscal deste ano. 

Ficam no foco ainda as ações da Petrobras [PETR3;PETR4], após o comitê de pessoas do conselho de administração aprovar a indicação da Magda Chambriard para a presidência da empresa. 

 

Desempenho dos principais índices às 9h03:

🇺🇸 S&P Futures +0,73%

🇬🇧 FTSE -0,03%

🇩🇪 DAX +0,25%

🇺🇸 Nasdaq +1,15%

🇫🇷 CAC +0,26%

🛢 Petróleo Brent +0,72%

🛢 Petróleo WTI +0,70%

💵 Índice Dólar -0,23%

🇺🇸 S&P VIX -5,61%

💰 Bitcoin +0,32%

💲 Ethereum +5,61%

 

(Com Broadcast)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?