Ômicron estraga festas de fim de ano em Londres

Ômicron estraga festas de fim de ano em Londres


(Bloomberg) — Banqueiros em Londres que esperavam encerrar um ano agitado nos mercados financeiros com uma festa de fim de ano de arromba podem ficar desapontados. A variante ômicron está levando empresas a cancelarem ou reduzirem as comemorações de fim de ano.

Nesta semana, o JPMorgan Chase cancelou as festividades de Natal, enquanto a London Bullion Market Association desistiu dos planos para um jantar de gala no Museu de História Natural. A KPMG aconselhou funcionários a limitarem a lista de convidados a um número reduzido e estarem preparados para cancelar os planos na última hora se for o caso.

A ômicron enviou um alerta sobre o risco de contágio. Ninguém quer transmitir o coronavírus a parentes idosos no Natal ou precisar se isolar durante o período festivo.

“As pessoas estão um pouco mais preocupadas com reuniões não familiares, festas da empresa, esse tipo de coisa”, disse Steven Fine, CEO da corretora Peel Hunt, em entrevista. “Querem ter certeza de que todos os membros da família estarão reunidos no período festivo, então, talvez, deixem de ir às festas de Natal.”

As empresas também relutam em planejar eventos caros e de grande escala, para depois serem obrigadas a cancelá-los no último minuto pelo governo. Isso ajudou a acelerar a tendência para eventos mais íntimos.

Na Deloitte, os eventos da equipe para este ano ainda estão sendo planejados, mas serão menores do que antes da pandemia. Assim como o NatWest e o Peel Hunt, a empresa enfatiza que o comparecimento será estritamente opcional.

Ansiedade

“Lidar com a ansiedade das pessoas é obviamente muito importante”, disse Fine. “Não podemos obrigá-las a fazer nada que as deixe desconfortáveis.”

Na sexta-feira, a British American Tobacco adiou uma recepção para a mídia em 7 de dezembro na sede ao lado do Tâmisa, devido ao “cenário da Covid-19 em evolução”. Isso apesar das precauções planejadas, como medir a temperatura dos participantes, comprovante de vacinação ou um teste de Covid negativo para obter acesso.

A atmosfera cada vez mais cautelosa é um golpe para bares e restaurantes da cidade, que esperavam por um impulso festivo depois que a última temporada de Natal foi cancelada pelo lockdown.

The Ivy, uma rede de restaurantes em Londres, recebeu uma série de cancelamentos esta semana devido a preocupações com a variante, de acordo com uma pessoa com conhecimento do assunto.

Mesas para quatro pessoas na filial de Canary Wharf estão disponíveis todas as noites da próxima semana. Algumas reservas de Natal também foram canceladas nos últimos dias no Walbrook Club, no coração na City de Londres, o distrito financeiro da cidade.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?