Otimismo em NY antes do feriado nos EUA ajuda Ibovespa

Meio de pregão

A percepção de melhora marginal de risco nos Estados Unidos ampara alta do Ibovespa nesta sexta-feira (24), mas sem empolgá-lo. Alguns indicadores de confiança e de inflação americanos animaram pontualmente os ativos no exterior, embora não tenham tirado do radar a possibilidade de que os juros dos EUA ficarão elevados por um longo período.

Desta forma, o Índice Bovespa tentar escapar de um sexto pregão seguido de baixa, buscando defender o nível dos 125 mil pontos, depois de abrir nos 124 mil.

No cenário corporativo, as ações da Minerva [BEEF3] avançam, com investidores digerindo a notícia de que a companhia irá recorrer ao governo do Uruguai para destravar compra de unidades da Marfrig [MFRG3]. Durante a semana, a negativa do Uruguai para o negócio trouxe desconforto ao mercado financeiro, pesando no acúmulo semanal da ação. 

No setor das petroleiras, os papéis da Petrobras [PETR4] sobem, depois que o conselho de administração aprovou Magda Chambriard como presidente da companhia.

Simultaneamente, os ativos da Engie Brasil [EGIE3] sobem. A Superintendência-Geral do Cade aprovou, sem restrições, a venda da totalidade das quotas de emissão da Lages Bioenergética Ltda. para a Âmbar Energia S.A. 

As ações da Telefônica Brasil também avançam, após a empresa informar ao mercado que alcançou entendimento com diversas entidades governamentais e reguladoras sobre a adaptação de seus contratos de concessão do Serviço de Telefonia Fixa Comutada (STFC) para um regime de autorização.

Dentro e fora do Ibovespa, os papéis das aéreas Azul [AZUL4] e Gol [GOLL4] operam em forte alta, após as companhias anunciarem um acordo de cooperação comercial que vai conectar as suas malhas no Brasil por meio de um codeshare.

Já os ativos da Suzano operam em queda. A empresa está em negociações com bancos japoneses para financiar uma oferta de aquisição da International Paper, gigante americana do ramo de embalagens. 

O acordo replicaria o modelo de aquisição da rival de celulose Fibria pela Suzano em 2018, que incluiu um empréstimo-ponte e um mecanismo de financiamento pré-pagamento de exportação. Mas a companhia enfrenta desafios como a diferença de tamanho em relação à International Paper e sua alavancagem financeira atual.

Por fim, os ativos da JBS [JBSS3] também caem. A Fitch Ratings reiterou os ratings de longo prazo em moeda estrangeira e moeda local da JBS em “BBB-“; em escala nacional ficou em “AAA(bra)”. 

🇧🇷 Ibovespa +0,04% (124.774 pontos)

💵 Dólar -0,07% (R$ 5,14)

Commodities

Os contratos futuros do petróleo apagaram as perdas de mais cedo e agora operam em alta, sob impulso do enfraquecimento do dólar no exterior. O sentimento de risco teve sensível melhora na última hora, após a Universidade de Michigan informar expectativas de inflação para 1 ano mais brandas nos EUA do que o revelado anteriormente. 

Na bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência de junho avançou mais de 0,5%.

🛢 Brent/Ago +1,06% (US$ 82,23)

🛢 WTI/Julho +1,22% (US$ 77,81)

🇸🇬 Minério de ferro +0,80% (US$ 120,40)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?