PIBs europeus avançam; após vitória de Lula, escolha de ministro da Fazenda fica no radar

GettyImages-1287679234


As bolsas da Europa operam sem sinal único nesta segunda-feira (31), com Londres e Paris flertando com o sinal negativo, no primeiro dia de negócios após o fim do horário de verão no continente. Os futuros de Nova York caem, no início de uma semana com decisão de política monetária pelo Federal Reserve (Fed), nesta quarta-feira (02), e com publicação do relatório mensal de empregos (payroll) dos EUA na sexta-feira (04). 

A ampla expectativa do mercado é de uma elevação da taxa de juros de 0,75 p.p no dia 2, com 87,7% de chance de que esse desfecho se concretize, segundo monitoramento do CME Group. 

O continente europeu saiu do horário de verão neste domingo, atrasando seus relógios em uma hora. Londres e Lisboa passarão a ficar três horas à frente de Brasília; e Madri, Paris, Berlim, Frankfurt, Roma e Milão ficarão quatro horas. Com isso, as Bolsas de Londres, Paris, Frankfurt, Madri, Milão e Lisboa passam a operar das 5h às 13h30.

Na agenda de indicadores, as vendas no varejo da Alemanha tiveram crescimento de 0,9% em setembro, na comparação com agosto, após ajustes sazonais. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal (WSJ) previam queda de 0,5%.

Já na comparação anual, as vendas no varejo do país exibem queda, também de 0,9%, em termos reais. O Destatis, instituto oficial de estatísticas do país, nota a grande diferença atual dos números em termos reais e em termos nominais, devido a grandes altas recentes nos preços. 

Na Itália, o PIB avançou 0,5% no terceiro trimestre ante o segundo. Analistas ouvidos pelo WSJ previam queda de 0,1%.

O país superou as projeções no terceiro trimestre, mas a terceira maior economia da Zona do euro perdeu impulso, em quadro de desaceleração na demanda e custos mais altos com energia. Economistas em geral projetam recessão na Itália nos próximos trimestres, com a inflação elevada e juros em alta prejudicando a demanda dos consumidores e o investimento das empresas. 

Enquanto isso, na Zona do Euro, o PIB cresceu 0,2% no terceiro trimestre na comparação com o segundo. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal estimavam avanço menor, de 0,1%. Na comparação anual, o crescimento do PIB no terceiro trimestre foi de 2,1%, em linha com o esperado pelos analistas.

O índice de preços ao consumidor do bloco cresceu 10,7% em outubro ante setembro, na leitura preliminar. O resultado mostra uma aceleração após a alta de 9,9% vista em setembro ante agosto e, também, superou a previsão de alta de 10% dos analistas ouvidos pelo WSJ. A alta mensal do CPI foi de 1,5% em outubro. 

Em Portugal, o PIB também cresceu, 0,4% no terceiro trimestre na comparação com o segundo. Em relação a igual período de 2022, o avanço foi de 4,9% no terceiro trimestre, desacelerando da alta anual de 7,4% vista no segundo trimestre.

Na Ásia, as bolsas fecharam sem direção única. Enquanto investidores japoneses olharam para o cenário corporativo local, Xangai recuou ante a leitura oficial do PMI da China.

Por aqui, o mercado deve voltar as atenções para a política econômica de um próximo governo petista, após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno da eleição presidencial neste domingo (30). Para economistas ouvidos pelo Broadcast, as sinalizações sobre o tema podem balizar as reações de preços de ativos e expectativas ao longo dos próximos dias.

No geral, os analistas consultados veem como foco o nome do próximo ministro da Fazenda, que deve servir como fiador da credibilidade de uma política econômica. Além disso, os sinais de Lula sobre a política fiscal – em especial, do tamanho do waiver para despesas além do teto dos gastos – e a proposta de nova âncora das contas públicas devem ficar no radar.

“A nossa aposta, na Eurasia, é que ele indique um político que tenha perfil negociador para montar uma equipe com vários nomes vindos do mercado”, diz diretor da Eurasia Group para o Brasil, Silvio Cascione. “Mas a gente não acha que esteja descartado o nome de um economista do mercado para ser ministro. Num ambiente mais negativo, Lula pode achar mais vantajoso nomear alguém que já chega com mais credibilidade para estabilizar as expectativas.”

De acordo com o analista, Lula e o PT provavelmente ainda não definiram o nome de ao menos parte dessa equipe econômica e só devem se debruçar sobre esse assunto a partir de agora, com o fim das eleições. Por isso, Cascione diz que é improvável que uma definição mais clara sobre esse tema ocorra em poucos dias. “É um tema que a gente vai acompanhar por dias ou semanas”, afirma.

No Japão, o fundo de índice (ETF) Next Funds Ibovespa Linked ETF, que replica a composição da carteira do Ibovespa na bolsa de Tóquio, fechou em alta de 3,30%, após a derrota de Jair Bolsonaro (PL).

Nas máximas da sessão, o fundo chegou a saltar mais de 5% minutos após a abertura do pregão, mas arrefeceu os ganhos em seguida. O ETF terminou o dia negociado a 210 ienes, bem abaixo da máxima de 232 ienes registrada no começo do ano. O ativo foi o primeiro exposto ao Brasil no mundo a repercutir os resultados das urnas.

Já o EWZ, principal ETF do Brasil no mercado americano, chegou a cair 5,698% nesta manhã no pré-mercado. O movimento ocorre em meio a perdas registradas pelos futuros de NY, sinais mistos nas bolsas europeias, e depois da eleição de Lula. 

Após a eleição, os agentes do mercado financeiro devem passar a focar na composição ministerial do novo governo, na visão do Barclays.

Já o Danske Bank avalia que o petista terá que governar em uma configuração diferente da verificada em seus dois primeiros mandatos. “Desta vez, podemos esperar políticas mais centristas e moderadas, já que Lula terá que governar um país muito dividido junto com um Congresso amplamente de direita”, destaca.

No âmbito das relações externas, diversos líderes e governos ao redor do mundo parabenizaram publicamente o presidente eleito e seu vice. No foco na mídia internacional já durante a campanha eleitoral, especialmente do Norte Global, foram destacadas nas mensagens as questões climáticas, a democracia e a transparência do processo de votação como um todo. Na América Latina, autoridades falaram em colaboração e união do continente.

O presidente da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas (CSMIA) da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Pedro Estevão Bastos de Oliveira, disse ao Broadcast Agro que a entidade tentará levar ao governo de Lula a necessidade de um novo aporte de recursos para financiar máquinas agrícolas na safra 2022/23.

“Já tínhamos uma abordagem com o governo atual e vamos tentar também com o governo que está entrando”, afirmou Pedro Estevão. Ele complementou que a associação passa por problemas com a falta de recursos do Plano Safra para financiar máquinas agrícolas e altos juros ao produtor. “Teoricamente isso [esse quadro] dura até junho do ano que vem”, pontuou o presidente da CSMIA. “É muito tempo para ficar sem recurso para investimentos [com taxa de juros mais baixas]”, continuou.

Ainda repercutindo o resultado de ontem, líderes dos caminhoneiros disseram que os protestos em rodovias do país reúnem alguns motoristas apoiadores do atual chefe do executivo, Jair Bolsonaro, insatisfeitos com o desfecho da apuração eleitoral, mas não refletem demandas da maior parte da categoria. Os protestos também incluem manifestantes que não são caminhoneiros, segundo os líderes.

Houve atos em Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso, além de Minas Gerais.

“Eu não vejo 100% da categoria. São pessoas que estão descontentes com o resultado das eleições. A gente está tentando levantar de onde está saindo o movimento”, afirmou o presidente da Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim, conhecido com Chorão. 

O ex-presidente, de 77 anos, foi eleito presidente da República do Brasil pela terceira vez. Lula derrotou nas urnas, pela margem mais apertada de votos desde a redemocratização, o atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Foi a primeira vez que um presidente não conseguiu se reeleger desde 1998.

O Tribunal Superior Eleitoral concluiu à 0h18 de Brasília a apuração dos votos do segundo turno. Lula teve 60.345.999 votos (50,90% dos votos válidos). Já Bolsonaro (PL) teve 58.206.354 votos (49,10%).

Desempenho dos principais índices às 7h50:

🇺🇸 S&P Futures -0,56%

🇩🇪 DAX +0,17%

🇺🇸 Nasdaq -0,73%

🇬🇧 FTSE +0,20%

🇫🇷 CAC -0,15%

🛢 Petróleo Brent -1,51% 

🛢 Petróleo WTI -1,68%

💵 Índice Dólar +0,42%

🇺🇸 S&P VIX +4,43%

🇧🇷 EWZ -4,99%

💰 Bitcoin +0,17%

💲 Ethereum +1,39%

 

(Com Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?