PMI alemão é o mais fraco do país em 26 meses; Campos Neto discursa em véspera de IPCA-15

christian-wiediger-cUF4SSxY_KA-unsplash (1)


As bolsas da Europa operam sem direção única nesta terça-feira (23), na esteira dos índices de gerentes de compras (PMIs) da região e em meio à alta do petróleo, que favorece ações do setor. Os futuros de Nova York oscilam perto da estabilidade, após Wall Street sofrer ontem o maior tombo em um único pregão desde junho, numa postura cautelosa antes do simpósio de Jackson Hole, em que o Federal Reserve (Fed) deverá dar mais sinais de seus próximos passos de política monetária. Os investidores também ficam de olho em indicador do setor imobiliário americano e a confiança do consumidor da Zona do Euro.

A última rodada dos PMIs mostra que a atividade econômica está no nível mais fraco em pelo menos um ano e meio, como é o caso da Zona do Euro e do Reino Unido.

O PMI composto do bloco, que engloba os setores industrial e de serviços, caiu de 49,9 em julho para 49,2 em agosto, permanecendo abaixo da barreira de 50, que sinaliza contração da atividade, segundo dados preliminares. O resultado, porém, superou levemente a expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal (WSJ), que previam declínio a 49 neste mês.

No Reino Unido, o índice composto reduziu de 52,1 em julho para 50,9 em agosto, segundo dados preliminares. Mas, apesar da queda, a leitura acima de 50 indica que a atividade econômica britânica continua se expandindo neste mês. A prévia de agosto ficou ligeiramente abaixo da expectativa de analistas do WSJ, que esperavam redução a 51.

Na Alemanha, um dos países mais afetados pelos cortes de gás natural da Rússia, a situação é ainda mais grave, com a atividade atingindo o menor nível em 26 meses e conservando a posição inferior a 50. No país, o PMI composto registrou queda de 48,1 em julho para 47,6 em agosto, de acordo com a prévia.

Apenas o PMI de serviços alemão recuou de 49,7 para 48,2 no mesmo período, tocando o menor patamar em 18 meses e abaixo da projeção de analistas consultados pelo WSJ, que previam queda a 49. Por outro lado, o PMI industrial alemão surpreendeu, ao avançar de 49,3 em julho para 49,8 em agosto. O consenso do mercado era de declínio a 48,1.

Ainda nas praças europeias, o alto representante da União Europeia, Josep Borrell, afirmou que irá propor na próxima semana uma “poderosa missão de formação e organização” para ajudar o exército ucraniano. Em coletiva de imprensa em Santander, na Espanha, o diplomata indicou que o tema está em tratativas, mas adiantou que a missão não efetuará as ações em território ucraniano.

“Será em países vizinhos que já possuem missões de treinamento. Há muitos soldados ucranianos sendo treinados na Polônia, na República Checa, no Reino Unido, na França”, indicou. Uma das justificativas para Borrell é o fato de que “quando fornecemos armas (aos ucranianos), elas são bastante sofisticadas, e precisam ser usadas”.

“Estamos diante de uma guerra que mobiliza recursos extraordinariamente importantes e centenas de milhares de soldados. Portanto, qualquer missão tem que ser igual ao conflito. Esta não é uma ‘pequena guerra’, como alguém já disse”, afirmou o diplomata.

Além disso, o espanhol falou sobre energia no bloco. “No momento estamos indo muito bem. Estamos acima do cronograma planejado. Já estamos com níveis de estoque que ultrapassam 70%, chegando a quase 80% em alguns países”, indicou. “Tudo parece indicar que poderemos começar o inverno com um bom nível de estoque. Isso não significa que não tenhamos que manter a política de economizar e reduzir o consumo”, ponderou o diplomata.

Segundo ele, dos 400 bilhões de metros cúbicos consumidos de gás na União ao ano, 40% eram fornecidos pela Rússia. “Conseguimos reduzi-lo pela metade: 20%”, afirmou Borrell, dizendo que a queda foi resultado do aumento das importações de Argélia, Catar e Estados Unidos, além da poupança no consumo.

As bolsas da Ásia fecharam em queda generalizada, acompanhando as preocupações globais com uma recessão econômica. O PMI industrial do Japão pior que o esperado também colaborou para a sétima baixa consecutiva de índices locais.

Por aqui, a palestra do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em evento no Chile fica no radar em véspera de divulgação do IPCA-15 e expectativas de adoção de postura mais dura do Fed na política monetária para combater a inflação americana, a despeito do impacto na atividade econômica no país.

A agenda dos presidenciáveis conta com reunião do presidente Jair Bolsonaro (PL) com empresários no Congresso Aço Brasil, em São Paulo. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também estará presente no evento. Além disso, Bolsonaro recebe, em Brasília, o coração do imperador D. Pedro I para a celebração dos 200 anos de independência.

Já Ciro Gomes (PDT) concede entrevista ao Jornal Nacional, na sequência de sabatinas promovida pela emissora. Soraya Thronicke (União Brasil) inicia a gravação do material para propaganda eleitoral gratuita.

*Desempenho dos principais índices às 8h:*

🇺🇸 S&P Futures +0,16%

🇩🇪 DAX +0,05%

🇺🇸 Nasdaq +0,13%

🇬🇧 FTSE -0,41%

🇫🇷 CAC -0,11%

🛢 Petróleo Brent +1,50%

🛢 Petróleo WTI +1,81%

💵 Índice Dólar -0,01%

🇺🇸 S&P VIX -0,71%

🇧🇷 EWZ +3,00%

💰 Bitcoin +0,66%

💲 Ethereum +2,32%

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?