PMI alemão tem mínima desde maio de 2020; ADR da Petrobras [PETR3; PETR4] dispara e XP reitera compra de ações após balanço

Fonte: Divulgção/Petrobras


As bolsas da Europa exibem ganhos nesta sexta-feira (04). O movimento ocorre após dia em geral positivo na Ásia, em meio a novas especulações sobre um possível relaxamento da política mais rígida da China para conter a Covid-19, que prejudica a atividade local. Os futuros de Nova York também registram sinal positivo, após uma quinta-feira de perdas.

A maior expectativa do dia é pela publicação do relatório mensal de empregos americano, o payroll, sinal importante do mercado de trabalho do país, e que influencia na política monetária do Federal Reserve. 

De volta à agenda europeia, as encomendas à indústria da Alemanha recuaram 4,0% em setembro ante agosto, mais que a queda de 0,5% projetada por analistas. 

Ainda em território alemão, o índice de gerentes de compras (PMI) composto do país, que abrange a indústria e serviços, caiu de 45,7 em setembro para 45,1 em outubro, na mínima desde maio de 2020.

O PMI composto da Zona do Euro também recuou, de 48,1 em setembro a 47,3 na leitura final de outubro, para a mínima em 23 meses. 

No bloco, o índice de preços ao produtor (PPI) cresceu 1,6% em setembro ante agosto, em linha com o previsto pelos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. 

A presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, afirmou hoje que a instituição “não pode e não deixará” que a inflação elevada se torne arraigada na Zona Euro. Em discurso na Estônia, ela repassou o choque “sem precedentes” na oferta e na demanda da região nos últimos anos, como a guerra na Ucrânia, problemas no fornecimento de energia e nas cadeias de produção, realocações da demanda, que fazem com que a inflação “deva ficar acima da nossa meta por algum tempo”.

Lagarde disse que, nesse contexto, os bancos centrais precisam estar prontos para adotar “as decisões necessárias, embora difíceis, para levar a inflação para baixo”.

Entre as empresas em foco, o Société Générale registrou lucro líquido de 1,5 bilhão de euros (US$ 1,46 bilhão), no terceiro trimestre deste ano, abaixo do resultado de 1,6 bilhão de euros de igual período do ano passado, mas superior à previsão de 1,05 bilhão dos analistas consultados pelo FactSet.

Já a Telefónica informou que seu lucro líquido recuou a 460 milhões de euros, no terceiro trimestre. Em igual período do ano passado, ele havia sido de 706 milhões de euros.

Por aqui, o diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra Fernandes, palestra em evento da Bradesco Asset. Além disso, a agenda traz o PMI do setor de serviços e o composto do Brasil.

Entre as listadas na B3, a Tenda [TEND3], uma das maiores operadoras do Casa Verde e Amarela, encerrou o terceiro trimestre de 2022 com prejuízo líquido consolidado de R$ 210,4 milhões. O montante representa uma reversão perante o lucro de R$ 6,4 milhões no mesmo período de 2021.

A companhia divide seu balanço entre números da marca Tenda, que ergue residenciais de concreto, e da Alea, nova operação do grupo, baseada em madeira.

A piora dos números foi concentrada na operação da própria Tenda, que gerou prejuízo de R$ 187,7 milhões no trimestre. 

Após mais um balanço marcado por perdas ligadas a estouros de custos nas obras e aumento nas provisões para clientes inadimplentes, a Tenda chegou ao piso dos resultados, com tendência a uma inflexão daqui para frente. Quem faz essa afirmação é o novo diretor Financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Luiz Mauricio de Garcia Paula, que assumiu o cargo em agosto.

A BR Properties [BRPR3] teve lucro líquido de R$ 50,4 milhões no terceiro trimestre de 2022, o que representa uma alta de 32% em relação ao mesmo período de 2021.

O lucro foi influenciado pela conclusão, em julho, da venda do seu portfólio de 12 prédios de escritórios para a Brookfield. A venda saiu pelo valor total de R$ 5,9 bilhões, sendo que 70% foi feito na conclusão e 30% dividido em 12 meses.

Os recursos foram para pagamento de dívidas da BR Properties, o que aliviou os resultados financeiros do grupo. Também houve redução do capital.

Ainda entre balanços, o lucro líquido da Petrobras [PETR3; PETR4] no terceiro trimestre somou R$ 46,09 bilhões, 48% a mais do que há um ano e 15,2% menor que o registrado nos três meses imediatamente anteriores. A cifra superou em 6,8% a média de expectativas do Prévias Broadcast, que era de R$ 43,06 bilhões. 

Em linhas gerais, o resultado parece ter agradado ao investidor. No after hours da bolsa de Nova York, o American Depositary Receipt (ADR) equivalente à ação ON no Brasil subiu 2,91%, aos US$ 13,43. Já o ADR que espelha o papel PN avançou 4,18%, aos US$ 12,21. 

O resultado da petroleira ficou em linha com as estimativas da XP, que reiterou recomendação de compra para as ações da empresa. Para a corretora, a estatal apresentou mais um trimestre de forte Ebitda, geração de caixa livre (50% anualizado sobre valor de mercado) e pagamento de dividendos (45% anualizado sobre a ação PN).

Em carta de apresentação do resultado, o diretor-financeiro da estatal, Rodrigo Araújo, destacou que o caixa da companhia, em US$ 6,8 bilhões, está agora em um nível mais compatível com as necessidades financeiras da empresa. 

Desempenho dos principais índices às 7h47:

🇺🇸 S&P Futures +0,81%

🇩🇪 DAX +1,48%

🇺🇸 Nasdaq +0,88%

🇬🇧 FTSE +1,21%

🇫🇷 CAC +1,98%

🛢 Petróleo Brent +2,86%

🛢 Petróleo WTI +3,32%

💵 Índice Dólar -0,42%

🇺🇸 S&P VIX +0,20%

💰 Bitcoin +1,65%

💲 Ethereum -2,29%

 

 

(Com Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?