Privatização à caminho: XP reforça visão positiva para Sabesp [SBSP3]

sabespilha

As ações da Sabesp [SBSP3] sobem mais de 1% no pregão desta sexta-feira (16), após o governo do Estado de São Paulo divulgar a minuta do contrato de concessão da companhia e seus anexos contendo as diretrizes regulatórias da empresa para depois da privatização

A XP Investimentos afirmou ter opinião positiva e manter visão construtiva sobre o case em relatório hoje. A casa acredita que a nova proposta reduz o poder de escolhas do regulador enquanto cria diretrizes regulatórias mais transparentes para a Sabesp. 

“Além disso, o documento foca claramente nos investimentos e na universalização, o que já era esperado”, acrescentam os analistas.

Entre as diretrizes significativas destacadas pela XP, o principal fica para o prazo de concessão até 2060. Os ciclos de revisão tarifária passam a ter 5 anos, em vez do atual período de 4 anos.

Além disso, o Capex será reconhecido anualmente nas tarifas nos 2 primeiros ciclos – o primeiro vai de 2025-30, o segundo de 2031-35 – e apenas na revisão tarifária nos ciclos seguintes. No modelo atual, a revisão tarifária já incorpora o Capex previsto para o ciclo, e as diferenças entre o Capex real e o previsto são refletidas na revisão seguinte. 

“Trata-se de um claro incentivo para que a concessionária invista na concessão, o que não surpreendeu, dado o documento divulgado em 2023 sobre o tema e vários comentários de entes envolvidos”, argumentaram.

Menor discricionariedade – tomada de decisões de forma livre – do regulador também é importante para os analistas, visto que as novas diretrizes regulatórias estabelecem regras muito específicas em questões como estrutura de capital, reconhecimento das receitas, a divisão das eficiências de custos, o reconhecimento do Capex e as multas, entre outras. 

“Isso reduz os riscos de incerteza regulatória, que era uma questão relevante no passado”, afirmou o time de análise da corretora.

Por fim, a XP vê como importante o fator U, segundo o qual caso a concessionária não atinja a meta solicitada para universalização dos serviços, haverá uma penalidade no reajuste tarifário, e taxas municipais deverão ser integralmente repassadas às tarifas e reconhecidas pela Arsesp.

Vale trade com SBSP3?

Nos gráficos, o ativo está fazendo uma figura de continuidade denominada de cup and handle, de acordo com o analista técnico João Tonello. 

Desempenho semanal de SBSP3 em 16 de fevereiro de 2024. [Fonte: João Tonello/TradingView]
O especialista disse que SBSP3 segue com força compradora e acima de média móvel de nove períodos (mme9) – períodos exponencial pelo período semanal. “Dessa forma, quem tem posição no ativo deve manter até que essa mme9 seja perdida”, sugere. 

Segundo Tonello, quem não tem posição no ativo está atrasado para novas compras no momento. Por outro lado, quem está vendido no ativo deve encerrar posição.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?