Indústria do Brasil tem quarta expansão; indústria e serviços no Reino Unido e China também crescem, mas Zona do Euro atinge mínima de 16 meses

ishant-mishra-UXEJDX4SqdE-unsplash

As bolsas da Europa operam em queda generalizada nesta terça-feira (05), revertendo os ganhos da abertura e em linha com o desempenho dos futuros de Nova York. A despeito do alívio nas praças europeias na sessão anterior, temores de uma recessão econômica global reacenderam diante de novos dados da economia europeia e em dia de reabertura dos mercados à vista em Wall Street após o feriado da Independência dos EUA. A leitura final do PMI composto — que engloba os setores industrial e de serviços — da Zona do Euro recuou de 54,8 em maio para 52 em junho, menor nível em 16 meses. A marca de 50 indica expansão da atividade econômica. O câmbio reagiu com um tombo do euro às mínimas em quase duas décadas. No Reino Unido, entretanto, o indicador surpreendeu ao subir de 53,4 para 54,3 no mesmo período. Repercute também a conversa entre a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, e o vice-primeiro-ministro da China, Liu He. As autoridades discutiram nesta madrugada uma remoção de tarifas e sanções comerciais impostas pelo governo Trump sobre importações chinesas.

As bolsas da Ásia fecharam em alta, à exceção do índice de Xangai, que teve queda marginal. Os mercados do continente repercutiram dados da economia chinesa, que confirmaram a retomada do crescimento. A leitura final do PMI composto da China avançou de 42,2 em maio para 55,3 em junho. O indicador, produzido pela S&P Global junto à Caixin Media, reportou crescimento após três meses seguidos de queda, com recuperação em ambos os setores observados. 

Por aqui, a produção industrial de maio registrou a quarta expansão consecutiva, com 0,5% de alta no comparativo anual. Entretanto, o foco do mercado se atém à tramitação da PEC dos Combustíveis — apelidada de PEC das Bondades por alguns veículos de mídia — no Congresso. O relator do texto na Câmara, Danilo Fortes, sugeriu ontem a inclusão de motoristas de aplicativo entre os beneficiários da proposta, assim como a exclusão da cláusula que estabelece estado de emergência. As alterações fariam o projeto voltar para o Senado. A expectativa é que o parecer de Fortes seja votado amanhã na comissão especial da Câmara. Também em Brasília, investidores monitoram a reunião ministerial convocada pelo presidente Jair Bolsonaro para 8h30. De acordo com interlocutores do presidente consultados pela Agência Estado, o chefe do Executivo deve pedir empenho na entrega de obras ainda pendentes. Além disso, foi apresentado ontem o relatório final do projeto de lei que regulamenta o mercado de criptoativos. A matéria está pautada para votação em plenário hoje. Se aprovado, vai à sanção presidencial.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?