Próxima semana tem IPCA-15 de abril e PIB dos EUA; Borges dá call de compra para TIMS3

A partir das cartas de gestores e de pesquisa interna da XP Investimentos, o TradeNews teve acesso às perspectivas das principais gestoras de fundos do Brasil para o cenário político-fiscal do país do próximo ano

Panorama de 22 a 26 de abril

O Ibovespa começou a última segunda-feira (15) em baixa, estendendo perdas da semana anterior. A falta de sinalização sobre o futuro das taxas do Fed e o receio com o cenário fiscal brasileiro preocuparam o mercado, reduzindo o apetite por risco de investidores. 

Porém, o índice terminou a semana em alta, descolado da queda da maioria dos índices das bolsas de Nova York, fruto em parte de uma nova atualização do conflito entre Irã e Israel.

Na próxima semana, o mercado acompanha o IPCA-15 de abril e o PIB dos EUA.

Radar de Proventos

Na próxima segunda-feira (22) ficam “ex-dividendos” os ativos da Neogrid [NGRD3], Desktop [DESK3], Santander [SANB11], Alupar [ALUP11] e Neoenergia [NEOE3].

Na terça-feira (23) é a vez da Valid [VLID3], BMG [BMGB3], AES Brasil Energia [AESB3] e Copel [CPLE6]. 

Já Atom [ATOM3], Randon [RAPT4] e Hypera [HYPE3] se tornam “ex” na quarta-feira (24), enquanto na quinta-feira (25) é a vez da Minerva [BEEF3], Trisul [TRIS3], PetroReconcavo [RECV3], Mitre [MTRE3] e Movida [MOVI3].

Por fim, na sexta-feira (26), Brisanet [BRIT3], MRV [MRVE3], Usiminas [USIM5], Cyrela [CYRE3], Sabesp [SBSP3] e Petrobras [PETR4] ficam “ex-dividendos”.

*O relatório da Bloomberg aponta que as datas em que estas ações ficam “ex-proventos” são apenas previsões, não estão confirmadas, estando sujeitas a mudanças.

Panorama do Ibovespa

De acordo com o analista técnico Filipe Borges, o Ibovespa está em uma região de LTA – linha de tendência de alta – no gráfico semanal, espelhando o mesmo movimento que aconteceu entre junho e julho, até novembro de 2023, quando o mercado apresentou “excelente” movimentação de alta.
 
Borges pontua que o gráfico semanal fecha com “boa defesa” da região de fundo, mostrando candle comprador após quatro semanas de grande consolidação.
 

Além disso, ele demonstra que o índice  tenta montar movimentação de fundo no gráfico diário, com o mercado já começando a ficar um pouco mais lateral característica de uma possível correção futuramente. 

“Não sou vendedor de Ibov em totalidade no curto prazo, e estou de olho em algumas ações para oportunidades de compra”, afirmou. 

Dicas de Trades

Positivo [POSI3]

Segundo Borges, Positivo tem movimentação de pivô de alta informação. O ativo passou por “excelente” arrancada, aumento de volume, corrige nas médias, e aponta para regiões de retração de 50%. 

Por voltar a trabalhar no campo positivo hoje, o analista frisa o surgimento de
 oportunidade de compra nesse papel, com alvos na região de R$ 10, 50 e R$ 11, 30. 

“Passando de R$ 11,30, ele rompe uma LTB – linha de tendência de baixa – longa no gráfico semanal, e a gente já começa a olhar esse papel com alvo em R$ 12,50″, ponderou.

Tim [TIMS3]

Tim está em consolidação desde fevereiro deste ano, agora em região de suporte, o que é “interessante” para compras acima de R$ 17,45, segundo Borges. 
 
O analista sugere que o stop dessa operação fique abaixo de R$ 16,90, “alvo relativamente curto”, para buscar em torno de 5%, 5,5% na região de R$ 18,30.

Hashdex DeFi [DEFI11]

O analista aponta que o ETF corrigiu “bem” nos últimos dias, por meio de uma correção no mercado cripto em geral, e está em região de compra.

Ademais, ele prossegue, o ETF apresenta volatilidade bem mais alta, assim como simetria, mas sua recomendação é “sempre ir com percentual baixo do capital para não se expor, e não ficar numa posição desconfortável caso ele venha a cair um pouco mais”.

Borges indica esse ETF para quem busca entrar em cripto via B3, pois ele é focado em altcoins, trabalhando com programação de compras semanais, na segunda ou terça-feira, que, historicamente, tendem a ser melhores dias para compras, além de dividir o capital em quatro a seis semanas. 

 “Esse é um dos ETFs de cripto que eu mais gosto atualmente, e que pode apresentar bom retorno para os investidores nos próximos meses”, destacou.

Indicadores econômicos

A tendência é que o IPCA-15 apresente uma variação menor do que a registrada em março e dentro das expectativas em abril, ainda influenciada principalmente pelos alimentos, que continuam prejudicados pelos efeitos climáticos relacionados ao El Niño, de acordo com o analista da Benndorf Research Marco Ferrini.

A saúde também é destaque, com a área ainda assimilando os reajustes nos preços dos planos, e outras atividades ligadas ao setor de serviços, como os transportes, por exemplo.

De modo geral, Ferrini entende que a inflação brasileira deve se manter dentro do intervalo da meta em 2024 e dificilmente será um dos principais fatores para possíveis alterações na trajetória da política monetária nacional. 

“Portanto, mantemos a expectativa de inflação controlada, juros em queda e retomada do poder de compra ao longo do ano, favorecendo a retomada dos segmentos mais cíclicos”, explicou. 

Paralealmente, o analista afirma que o PIB dos EUA deve apresentar crescimento levemente mais baixo no 1T24 em relação ao último trimestre do ano passado, refletindo a perda de ritmo no nível de atividade dos serviços do país nos três primeiros meses de 2024, setor que vinha sendo o pilar de sustentação da economia americana. 

Por outro lado, ele ressalta que a indústria ganhou ritmo e passou a dividir os holofotes com os serviços, mostrando mais resiliência apesar do cenário de juros recordes e inflação persistente.

Além disso, Marco projeta que o PIB dos EUA cresça puxado tanto pelas atividades mais ligadas à indústria como pelas atividades ligadas aos serviços, mas em ritmo mais lento dado o peso superior dos serviços no cálculo do PIB. 

“Para o ano a expectativa é que os Estados Unidos percam um pouco de ímpeto, principalmente após a confirmação de um ciclo de política monetária restritiva mais longo”, concluiu.

Calendário Macroeconômico

Hora

País

Evento

Segunda-feira

8h25

14h30

Brasil

Brasil

Boletim Focus

Fluxo Cambial Estrangeiro

Terça-feira

5h

10h45

Zona do Euro

Estados Unidos

PMI 

PMI

 

Quarta-feira

7h

11h30

Brasil

Estados Unidos

Confiança do consumidor FGV

Estoque de petróleo cushing

Quinta-feira

8h30

9h30

Brasil

Estados Unidos

Investimento estrangeiro

PIB 

Sexta-feira

9h

9h30

Brasil

Estados Unidos

IPCA-15

PCE

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?