Próxima semana terá feriado nos EUA e Brasil, além de dados da inflação americana

A partir das cartas de gestores e de pesquisa interna da XP Investimentos, o TradeNews teve acesso às perspectivas das principais gestoras de fundos do Brasil para o cenário político-fiscal do país do próximo ano

Panorama de 27 a 31 de maio

A valorização do minério de ferro e das bolsas americanas, antes do balanço da Nvidia, animaram o Ibovespa no início da semana. No mesmo dia, porém, o índice fechou em queda, contaminado pelo mau humor externo, e assim permaneceu até esta sexta-feira (24). 

Hoje, o índice ensaiou leve alta, mas logo voltou a cair, refletindo tanto a moderação, inclusive de fluxo, que antecede um pregão de segunda-feira (27) que não contará com a referência dos Estados Unidos, o qual estará em feriado, e pelos sinais domésticos desfavoráveis.

Na próxima semana, o mercado vai acompanhar o IPCA-15 de maio, na terça-feira (28), e o PIB dos EUA, na quinta (30). Dados de inflação da maior economia do mundo e da Zona do Euro também devem influenciar no sentimento dos investidores.

Radar de Proventos

Ficarão ex-proventos os papéis do Grupo Wilson Sons [PORT3], Camil Alimentos [CAML3], Valid [VLID3] e Santos Brasil [STBP3] na terça-feira (28). 

Já na quinta-feira (30), é a vez de RNI Negócios [RDNI3]* e Qualicorp [QUAL3]*. Por fim, na sexta-feira (31) se tornam “ex” os ativos da Tupy [TUPY3], JHSF [JHSF3] e Santander Brasil [SANB11]*.

*O relatório da Bloomberg aponta que as datas em que estas ações ficam “ex-proventos” são apenas previsões, não estão confirmadas, estando sujeitas a mudanças.

Panorama do Ibovespa

O Ibovespa fechou a semana de maneira pesada, com fluxo vendedor acima da média, o que realmente empurrou o mercado para baixo, de acordo com o analista técnico Filipe Borges.

Ele explica que o mercado tentou segurar o índice no suporte de 127 mil pontos, mas ele rompeu, e foi em busca do patamar de 124.700 mil pontos.  A perda das mínimas de ontem e hoje abrem espaço para ainda mais quedas.

Desempenho diário do Ibovespa em 24 de maio de 2024. [Fonte: TradingView/Filipe Borges]

Ao mesmo tempo, há um suporte na região de 123.300 pontos, ou a base do canal de baixo destacado na cor azul que pode apresentar uma boa oportunidade de ganho.

Caso o mercado busque a base deste canal de baixa,  Borges afirma que irá coincidir com o fechamento de gap no índice futuro observado no dia 3 de novembro, que pode ser bom ponto de compras para o curto prazo.

Dicas de trades

Casas Bahias [BHIA3]

O analista segue posicionado em BHIA3, comprado em R$7,18, com stop na entrada. O ativo está em uma consolidação que já dura seis ou sete pregões. “Apenas aguardamos a movimentação do papel neste momento”, relatou. 

Desempenho diário de BHIA3 em 24 de maio de 2024. [Fonte: TradingView/Filipe Borges]

No curto prazo, ele prossegue, o fluxo comprador observado no final de abril foi muito forte, empurrando o preço do ativo de R$ 5 para R$ 8,30. 

“Agora, o rompimento de R$ 7,85 abre espaço para altas com resistência em R$8,25, e depois apenas o nosso alvo em R$9,75″, sugeriu.

Auren Energia [AURE3]

AURE3 está numa formação de lateralidade que já dura mais de um ano, na base inferior dessa lateralidade, que abre espaço para compras de curto prazo, segundo Borges.

Desempenho semanal de AURE3 em 24 de maio de 2024. [Fonte: TradingView/Filipe Borges]

“Esse é um papel que a gente pode observar que é muito defensivo, e veja espaço para altos ganhos até a região de resistência, em R$13,10”, apontou. 

Banco Pan [BPAN4]

Borges destaca que o Banco Pan está novamente em região de compra ativa, buscando retrações em médias exponenciais. Nas últimas vezes que chegou nestas regiões, o papel apresentou boa movimentação de alta em torno de 15%. 

“É uma nova oportunidade de compra em Banco Pan, com o próximo alvo na região de R$10,50, e stop abaixo de R$8,70″, concluiu.

Indicadores econômicos

O calendário econômico da próxima semana terá como destaques o índice de preços PCE nos Estados Unidos, enquanto a prévia da inflação terá os holofotes no mercado brasileiro em semana com feriados no cenário local e internacional, conforme destacam os analistas da Investing.com.

A segunda-feira terá menor liquidez nos mercados, com o Dia do Memorial nos Estados Unidos e Feriado Bancário no Reino Unido. Iniciando a semana, o Banco Central divulga dados de empréstimos bancários no Brasil, assim como o Boletim Focus, com projeções de economistas de mercado para os principais indicadores macroeconômicos brasileiros.

Na terça, serão apresentados dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), preços ao produtor, e Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) no Brasil, além da confiança do consumidor do Conference Board nos EUA.

O BC divulga dados do setor público na quarta, mesma data do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) e taxa de desemprego no Brasil, antes do feriado local de Corpus Christi na quinta.

Na quinta, com mercados fechados no Brasil por conta do feriado de Corpus Christi, as atenções se voltarão para o cenário internacional, com dados de  desemprego nos países que compõem a Zona do Euro, Produto Interno Bruto (PIB) americano, assim como balança comercial dos EUA.

Para finalizar a semana, a sexta será de inflação ao consumidor na Europa e índice de preços PCE nos Estados Unidos, com o mercado atento sobre o cenário de desinflação americano e como ele pode influenciar as próximas decisões do Federal Reserve (Fed).

Calendário Macroeconômico

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?