Receita da Snap derruba Meta e Twitter; PMIs fracos reforçam temor sobre economia

twitter-gb553e28b1_1920

As bolsas da Europa operam em alta modesta nesta sexta-feira (22), após a última rodada de dados de atividade econômica (PMIs) do continente. Os futuros de Nova York registram queda, após rali de três dias.

Na Zona do Euro, o PMI composto caiu para menos de 50 em julho, a 49,4, sinalizando que a atividade no bloco voltou a se contrair pela primeira vez desde fevereiro de 2021. Na Alemanha, o PMI composto teve comportamento semelhante. No Reino Unido, por outro lado, o PMI equivalente manteve-se acima de 50 e ficou praticamente em linha com as expectativas.

A série de PMIs veio um dia depois de o Banco Central Europeu (BCE) surpreender com um aumento de juros maior do que o previsto, de 0,5 p.p., numa tentativa de conter a disparada da inflação na Zona do Euro.

Os PMIs fracos da Zona do Euro reforçam temores sobre a perspectiva econômica, mas também podem encorajar o BCE a apertar sua política monetária em ritmo mais lento nos próximos meses.

“O aumento de 50 pontos-base [0,5 p.p.] acima do esperado foi recebido positivamente pelos mercados, mas mantemos uma visão cautelosa sobre as ações europeias, já que o BCE segue uma linha tênue entre combater a inflação e evitar a recessão.”, disse Mark Haefele, diretor de investimentos do UBS Global Wealth Management.

Em Wall Street, as ações da controladora do Facebook, a Meta Platforms, e do Twitter registraram forte baixa nos negócios do pré-mercado, pesando sobre as ações em crescimento. A queda se deu após a Snap divulgar avanço de receita aquém do esperado, gerando preocupações mais amplas sobre anúncios online. Dona do aplicativo Snapchat, a Snap teve expansão anual de 13% na receita no 2T22, abaixo das expectativas e bem menor do que o ganho de 38% do primeiro trimestre.

Os papéis da American Express subiram 2% no pré-mercado, após balanço revelar lucro líquido de US$ 1,96 bilhão no segundo trimestre de 2022.

O Banco da Rússia (BoR) cortou os juros básicos em 1,5 p.p., a 8,0% ao ano, em decisão de política monetária. Essa é a quinta redução consecutiva na taxa desde fevereiro deste ano, quando a entidade subiu a referência a 20% para atenuar os efeitos da invasão da Ucrânia. O corte foi mais contundente que o previsto pela maioria dos analistas consultados pela agência Reuters, que esperava ajuste de 50 p.p.

A agenda internacional enxuta traz a divulgação da prévia do índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto dos Estados Unidos às 10h45. O balanços trimestral da Verizon deve embalar os negócios nas bolsas americanas

As bolsas da Ásia fecharam sem direção única, ante novos dados da economia do Japão. Investidores também digeriram o reajuste de 0,5 p.p. do BCE ontem (21), o primeiro aumento de juros na Europa em mais de dez anos.

Por aqui, a cautela em Nova York deve conduzir os ajustes dos mercados locais em meio à agenda interna praticamente esvaziada. Os investidores repercutem o relatório mais fraco de produção da Petrobras, enquanto o Ministério da Economia publica o Relatório de Receitas e Despesas do terceiro bimestre no Diário Oficial da União (DOU). A entrevista coletiva para detalhar os números só será dada por integrantes do Ministério da Economia na segunda-feira.

Ontem (21), foi oficializada a candidatura à Presidência da República de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Na última quarta-feira (20), Ciro Gomes (PDT) também lançou sua candidatura ao cargo.

Desempenho dos principais índices às 8h15:

🇺🇸 S&P Futures -0,30%
🇩🇪 DAX +0,31%
🇺🇸 Nasdaq -0,56%
🇬🇧 FTSE +0,22%
🇫🇷 CAC +0,25%
🛢 Petróleo Brent -1,50%
🛢 Petróleo WTI -1,72%
💵 Índice Dólar +0,12%
🇺🇸 S&P VIX +0,35%
🇧🇷 EWZ -0,08%
💰 Bitcoin +2,56%
💲 Ethereum +8,73%

 

(Com Reuters, Dow Jones Newswires, Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE