Taiwan acusa China de usar truques exagerados de guerra cognitiva

GANHRPL4K5JANEISKNFV6PHBKM

Taiwan afirmou que não é verdade que as forças chinesas chegaram tão próximo de Penghu, após militares chineses publicarem imagens das ilhas, estrategicamente localizadas, onde há uma importante base aérea taiwanesa.

A China, que reivindica Taiwan como seu território, realizou exercícios militares ao redor da ilha este mês, após uma visita da presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, seguida por cinco legisladores norte-americanos no domingo (14) e na segunda-feira (15).

O  Comando do Teatro Leste do Exército de Libertação Popular, unidade militar chinesa responsável pela área adjacente a Taiwan, divulgou um vídeo das ilhas Penghu, aparentemente feito por uma aeronave da força aérea chinesa.

O vice-chefe da equipe de operações da força aérea de Taiwan, Tung Pei-lun, disse a repórteres em Taipei que se tratava de uma guerra de informação chinesa, embora tenha dito que não comentaria sobre quem gravou o vídeo.

“A China usou truques exagerados de guerra cognitiva para mostrar o quão perto estava de Penghu – o que não é verdade”, disse Tung.

O ministério da defesa de Taiwan, em atualização sobre a atividade da força aérea chinesa perto de Taiwan, mostrou em um mapa que as aeronaves chinesas mais próximas de Penghu naquele dia eram quatro caças J-16.

Tung disse que Taiwan teve “compreensão” em tempo real do que estava acontecendo nos céus, e que as aeronaves chinesas estão operando ao norte e a sudoeste de Taiwan e através da linha mediana.

Penghu, um destino turístico de verão por conta de suas praias, fica perto da costa sudoeste de Taiwan, ao contrário das ilhas Kinmen e Matsu, controladas por Taiwan, que ficam bem próximas à costa chinesa.

As forças armadas de Taiwan estão bem equipadas, mas são ofuscadas pelas da China. A presidente da ilha, Tsai Ing-wen, supervisiona um programa de modernização e tornou prioridade o aumento de gastos com defesa.

O porta-voz do ministério da defesa, Sun Li-fang, disse que o orçamento de defesa proposto para o próximo ano foi levado ao gabinete para aprovação.

A aprovação utiliza como base a “avaliação da ameaça inimiga”, as necessidades de desenvolvimento militar e os recursos financeiros gerais de Taiwan, disse a presidente, sem dar detalhes.

(Com Reuters)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?