Tanure firma contrato de até R$ 1,27 bi por ações da Alliar; proventos de Getnet, Hypera, Marfrig, Vivara e mais notícias

Tanure firma contrato de até R$ 1,27 bi por ações da Alliar; proventos de Getnet, Hypera, Marfrig, Vivara e mais notícias


O noticiário corporativo desta quarta-feira (22) tem como destaque que a CNPE aprovou novos valores para contratos de concessão para capitalização da Eletrobras (ELET3;ELET6). Além disso, Getnet (GETT11), Hypera (HYPE3), Marfrig (MRFG3) e outros informaram sobre proventos.

A Isa CTEEP (TRPL4) obteve do estado de Minas Gerais as licenças ambientais prévias para a instalação de projeto no Triângulo Mineiro.

Já a Alliar (ALLR3) informou que seus controladores fecharam um contrato para a venda de até 62.399.842 de ações ordinárias ao fundo de investimento Fonte de Saúde, do empresário Nelson Tanure.

Confira os destaques:

Alliar ([ativo=ALLR3]) 

A Alliar (ALLR3) informou ontem (21) que seus controladores fecharam um contrato para a venda de até 62.399.842 de ações ordinárias ao fundo de investimento Fonte de Saúde, do empresário Nelson Tanure.

O valor da operação é de R$ 20,50 por ação, podendo atingir a cifra de R$ 1,27 bilhão.

No entanto, o contrato prevê que os atuais controladores poderão vender uma quantidade menor de suas ações, o que pode ser decidido até cinco dias antes do fechamento da operação. Dessa forma, não é possível ainda definir quantas ações serão vendidas ao fundo de Tanure.

Vale lembrar ainda que eventual incidência da obrigação de realização de oferta pública de ações por alienação de controle (OPA), pelo fundo de investimento Fonte Saúde, apenas será conhecida e confirmada com a conclusão da operação.

Segundo comunicado, o fechamento da operação estará sujeito à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Eletrobras (ELET3;ELET6) 

O Conselho Nacional de Politica Energética (CNPE) aprovou novos valores para contratos de concessão para capitalização da Eletrobras.

O valor adicionado pelos novos contratos de concessão foi definido em R$ 67 bilhões.

A empresa pagará R$ 25,3 bilhões à União por outorgas de usinas que sairão do regime de cotas, informa MME.

Hypera (HYPE3)

A Hypera (HYPE3) aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio, de R$ 0,30881 por ação ordinária, com retenção de imposto de renda na fonte, equivalente ao montante total bruto de R$ 194,7 milhões.

O pagamento será realizado em 7 de janeiro de 2022, sendo que o pagamento dos JCP será realizado com base na posição acionária constante dos registros da companhia ao final de 28 de dezembro de 2021.

Getnet (GETT11) 

A Getnet (GETT11) aprovou o pagamento de juros referente aos valores apurados nos exercícios sociais de 2016, 2019 e 2021, no valor de R$ 298 milhões, equivalentes a R$0,15217104877 por ação ordinária, R$0,16738815366 por ação preferencial e R$ 0,31955920243 por Unit.

A partir de 21 de janeiro de 2022 as ações da companhia serão negociadas “Ex-Juros sobre Capital Próprio”. Os proventos serão pagos no dia 18 de fevereiro.

Marfrig (MRFG3)

A Marfrig (MRFG3) divulgou que o valor final de seus dividendos é de R$ 1,25 por  ação, a serem pagos no dia 29 deste mês aos acionistas inscritos na base acionária da companhia até o dia  21 de dezembro de  2021.

Vivara (VIVA3)

A Vivara (VIVA3) distribuirá JCP bruto de R$ 0,2751 por ação. As ações serão negociadas ex-direito em 28 de dezembro de 2021.

Os JCPs declarados serão pagos pela companhia em uma única parcela, até 15 dias após a Assembleia Geral Ordinária a se realizar no exercício social de 2022.

Marcopolo (POMO4) 

A Marcopolo (POMO4) aprovou nesta terça o pagamento de juros sobre o capital próprio de 2021, no valor de R$ 0,037 por ação representativa do capital social da companhia, a serem pagos no dia 4 de abril de 2022 com retenção de imposto de renda.

Energisa (ENGI11) 

Em reunião nesta terça-feira, a Energisa (ENGI11) aprovou pagamento de dividendos intercalares, no valor de R$ 796 milhões. Os pagamentos serão efetuados no dia 2 de março de 2022.

Engie (EGIE3)

A Engie (EGIE3) divulgou que foi concluída a compra da Assu Sol Geração de Energia SPE nesta terça. A empresa é detentora do projeto do Complexo Fotovoltaico Assu Sol, localizado no município de Assú (RN).

O valor, que contempla também o Projeto com capacidade instalada total estimada de até 750MW, é de até R$ 41 milhões. 

Isa CTEEP (TRPL4) 

A Isa CTEEP (TRPL4) informou nesta terça que obteve do estado de Minas Gerais as licenças ambientais prévias para  a instalação do projeto Triângulo Mineiro.

Logo, as obras para a implementação de três novas subestações; duas novas linhas de transmissão com 173 quilômetros de extensão e 303  torres; e a ampliação da subestação Nova Ponte, devem iniciar.

O empreendimento atravessa os municípios de Araxá, Monte Alegre de Minas, Nova Ponte, Perdizes, Santa Juliana, Uberaba e Uberlândia (MG).

O investimento previsto da ANEEL é de quase R$ 554 milhões e a Receita Anual Permitida (RAP)  é  de  aproximadamente  R$  34  milhões. 

Equatorial (EQTL3)

 A Equatorial (EQTL3) assinou contrato de concessão da Companhia de Saneamento do Amapá (CEA) e pagou outorga de R$ 930 milhões.

O contrato inicia com um período de 6 meses de operação assitida e somente após findo este período será iniciado o prazo de 35 anos da Concessão.

Iochpe Maxion ([ativo=MKPK3]) 

A Iochpe Maxion (MKPK3) informou que vai pagar JCP (juros sobre capital próprio) no valor de R$ 153 milhões para os acionistas listados até o dia 27. 

O pagamento será realizado até 31 de março de 2022, preferencialmente na mesma data de pagamento do dividendo obrigatório referente ao exercício social de 2021, sendo que o valor dos referidos juros não sofrerá atualização monetária.

Neoenergia (NEOE3) 

A Neoenergia (NEOE3) confirmou a venda de energia da Termopernambuco no leilão de reserva de capacidade.

Foi vendida toda sua capacidade disponível de  498MW, ao preço da potência R$ 487.412,70/MW  ano, com  início  de  fornecimento  em 1º  de  julho de  2026 com vigência de  15  anos(30  de  junho  de  2041), assegurando desta forma a receita fixa de potência de R$ 207 milhões por ano.

A usina não demanda nenhum Capex adicional, além do recorrente, para honrar esse contrato.

Renova Energia (RNEW11)

A Renova Energia (RNEW11) contratou Vestas para operação e manutenção do complexo eólico Alto Sertão III.

A parceria foi firmada pelas Sociedades detentoras das autorizações regulatórias do Complexo Eólico Alto Sertão III Fase A e tem um prazo de vigência de 10 anos.

Rede D’or (RDOR3)

A Rede D’Or São Luiz (RDOR3) concluiu ontem (21) aquisição do Hospital Novo Atibaia, por meio de suas afiliadas Hospitais Integrados da Gávea – Clínica São Vicente, Advance Planos de Saúde e GNI39 SP Empreendimentos Imobiliários.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?