Tim (TIMS3) lidera ganhos após rumor de compra na Itália; Varejistas caem com avanço do DIs.

tim-brasil

O Ibovespa voltou a subir nesta quarta-feira (19), testando máxima, em sintonia com as bolsas americanas, que também estão voláteis desde cedo. 

“O exterior está bastante desafiador para economias emergentes, e isso contribui para a volatilidade. Vemos isso de forma acentuada nos títulos públicos [Alemanha e EUA]. São movimentos pouco usuais quando a situação está bem. É uma indicação de que o Fed pode caminhar para uma quarta alta [de 0,75 ponto em novembro] e uma quinta em dezembro. E isso não necessariamente sugere que está chegando perto do fim da alta”, avalia o economista-chefe do Modal, Felipe Sichel.

As varejistas figuram entre as maiores quedas do Ibovespa, devolvendo ganhos recentes em meio à alta dos juros futuros, principalmente na curva mais longa. O setor é pressionado pelo cenário macroeconômico, com Americanas (AMER3) recuando 6,81%, seguido por Magazine Luiza (MGLU3), que cai 5,32%. Via (VIIA3) tem queda de 4,11%  e Soma (SOMA3), 4,16%.

As ações de construção e techs também sentem os impactos do avanço dos DIs. Cyrela (CYRE3) cai 2,59% e Direcional (DIRR3), 0,36%. Na contramão, MRV (MRVE3) sobe 1,58%. Já Totvs (TOTS3) e Locaweb (LWSA3) recuam 1,93% e 2,50%, respectivamente.

Na ponta positiva, Tim (TIMS3) lidera as altas com valorização de 6,08% o maior ganho em mais de 11 meses, segundo dados da Bloomberg. As ações repercutem os rumores de que a gigante de private equity CVC teria interesse na compra da Telecom Itália, segundo informações da Agência Italiana de Notícias (Ansa). Ontem, os papéis da controladora da Tim subiram mais de 6% na Bolsa de Milão e hoje têm leve avanço de 0,5%. 

Contribui ainda a busca por segurança, que tende a beneficiar o setor de telecomunicação. A Telefônica Brasil (VIVT3), controladora da Vivo, sobe 1,68% e também consta entre as maiores altas.

As petrolíferas sobem em bloco e também ocupam as primeiras posições na lista de ganhos, em linha com a commodity. 3R Petroleum (RRRP3) salta 3,44%, enquanto PetroRio (PRIO3) sobe 2,08% e Petrobras (PETR3; PETR4) avança 2,09% ON e 2,02% PN.

Desempenho do Ibovespa em 19 de outubro (Fonte: Bloomberg)

O dólar registra sinal positivo, mas quase inverteu direção após o Banco Central vender a oferta integral de linha nova de US$ 1 bilhão, que pesa em dia de poucos negócios no mercado e agenda esvaziada.

🇧🇷 Ibovespa +0,15% (115.921)

💵 Dólar +0,56% (R$ 5,28)

Cotações registradas às 12h30
 

Commodities

O petróleo opera em alta, mas desacelera o ritmo após o Departamento de Energia dos Estados Unidos informar que os estoques da commodity recuaram dentro do esperado na semana passada e a produção subiu no período.

O minério de ferro encerrou quase estável, com leve alta, após queda no último pregão.

🛢 Brent +0,47% (US$ 90,45)

🛢 WTI +0,35% (US$ 82,36)

🇨🇳 Minério de ferro +0,36% (US$ 95,3)

Cotações registradas às 12h30; minério de ferro referente a Dalian

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?