Bolsas americanas avançam apesar de cenário negativo, com Fed no radar

ben-mater-lA-wfuq-7CQ-unsplash

As principais bolsas de Nova York fecharam em alta nesta sexta-feira (18), apesar da manutenção do tom considerado hawkish pelo Fed. Novos dados do mercado de trabalho e dos dados no varejo sugeriram que o ciclo monetário provavelmente não está tão próximo do fim quanto o mercado avalia, indicando um possível “exagero” no otimismo após a divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI) de outubro.

Peter Boockvar, do Bleakley Financial Group, afirmou que “não há nenhum indicativo de que a inflação é um problema já superado”, reforçando sua aposta de que o indicador deve ficar entre 3% e 4% em 2023.

A persistência de um aperto monetário mais agressivo por parte do banco central americano tende a pressionar os mercados acionários, por conta de uma provável desaceleração econômica. De acordo com monitoramento do CME Group, as apostas para uma alta de 0,50 ponto percentual nos juros em dezembro caíram de 85,4% para 75,8%, enquanto as de uma elevação em 0,75 p.p. subiram de 14,6% para 24,2%.

▪️ Dow Jones +0,60%
▪️ S&P500 +0,48%
▪️ Nasdaq +0,01%

Entre alguns papéis relevantes, a Tesla recuou 1,63%, após anunciar o recall de cerca de 30 mil automóveis do modelo X, após um problema de acionamento incorreto do airbag.

Amazon e Microsoft recuaram 0,75% e 0,19%, respectivamente, enquanto a Meta avançou 0,54%.

Chevron e ExxonMobil recuaram 0,60% e 0,87%, na esteira da queda do petróleo no mercado internacional.

(Com Agência Estado e The Wall Street Journal)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?