Bolsas da Ásia fecham em baixa, em meio a tensões com a visita de Pelosi a Taiwan

FFBEC244-C500-4C03-91FC-EA25B20C0D8F

As bolsas da Ásia fecharam em queda generalizada nesta terça-feira (02), em meio a temores de que a visita da presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, a Taiwan aumente as tensões entre Pequim e Washington, o que seria um risco geopolítico adicional aos mercados. As demais bolsas do globo também reagem negativamente ao risco.

As ações de algumas empresas de defesa nacional chinesas subiram mais de 15%, tornando-as alguns dos papéis com melhor desempenho na região. A Xi’an Tianhe Defense Technology, listada no índice Shenzhen — menos abrangente que o de Xangai —, fabricante de equipamentos militares e sistemas de segurança inteligentes, saltou 20%.

A chegada de Nancy Pelosi a Taiwan está programada para hoje à noite, no horário local. Ela deve se reunir com funcionários do governo de Taiwan, no que seria a primeira visita de um presidente da Câmara à ilha democraticamente governada desde 1997. Pequim, que reivindica Taiwan como parte de seu território, alertou Pelosi para não fazer a visita. Autoridades chinesas ameaçaram contramedidas não especificadas caso a viagem continue.

O evento aumenta as preocupações dos investidores de que a já tensa relação EUA-China possa piorar, e muitos estão adotando uma postura cautelosa, disse Jason Hsu, diretor de investimentos da empresa de gestão de ativos Rayliant Global Advisors. O mercado, no entanto, “não está precificando uma invasão chinesa de Taiwan”, disse ele.

🇨🇳 Shanghai -2,26% (3.186)

🇯🇵 Nikkei -1,42% (27.594)

🇭🇰 Hang Seng -2,36% (19.689)

🇰🇷 Kospi -0,52% (2.440)

 

 

(Com Dow Jones Newswires e Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE