Ibovespa fecha negativo, pressionado por empresas ligadas a commodities

business-5475664_960_720

O Ibovespa iniciou o mês de agosto em queda, em meio a uma nova rodada de divulgações de índices gerentes de compras (PMIs) ao redor do mundo. O índice foi pressionado por dados fracos registrados nas principais economias do planeta, que afetaram principalmente empresas ligadas a commodities por conta do temor quanto à demanda. O mercado ainda aguarda a decisão monetária do Copom, que ocorrerá na próxima quarta-feira, e a divulgação de dados de emprego (payroll) dos Estados Unidos na sexta-feira.

Tendo o volume de negociações em vista, Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3; PETR4) foram os papéis que mais pressionaram o Ibovespa no pregão de hoje, com a mineradora registrando queda de 2,51%, enquanto as ações da petrolífera caíram 1,19% (PETR3) e 1,35% (PETR4). Apesar disso, as perdas foram limitadas pela manutenção do otimismo em relação à diminuição do ritmo do aperto monetário por parte do Fed, motivada pelos próprios dados fracos em relação à atividade econômica nos Estados Unidos.

O dólar fechou em leve alta, em movimento descolado da queda registrada no exterior. A cautela dos investidores com o recuo das commodities, especialmente o petróleo, desestimulou o investimento estrangeiro na bolsa

📊 Ibovespa 102.225,08 pontos (-0,91%)
💰 Volume R$ 23,4 bilhões
💵 Dólar R$ 5,1786 (+0,08%)

O destaque positivo da sessão foi a Magazine Luiza (MGLU3), que liderou as altas do índice, impulsionada por fatores como uma melhor expectativa para o PIB no relatório Focus do Banco Central (BC), além da queda dos preços dos combustíveis e o aumento do Auxílio Brasil para R$ 600, fatores que devem ser positivos para o varejo e tirar a pressão sobre o setor no curto prazo.

Do lado negativo, a Braskem (BRKM5) registrou a maior queda do pregão, em meio à reação do mercado à notícia de que a companhia não conduz eventuais negociações de seus acionistas Novonor e Petrobras para venda da empresa, além de ser afetada pela contração do índice de atividade indicado pelo resultado do PMI da China. A SLC Agrícola (SLCE3) também se destacou negativamente, com os papéis pressionados pela forte baixa nos preços futuros do algodão e nas cotações do petróleo no mercado internacional.

⬆️ Maiores Altas do Ibovespa

🟢 MGLU3 +5,04%
🟢 LWSA3 +4,73%
🟢 BRFS3 +4,64%

⬇️ Maiores Baixas do Ibovespa

🔴 BRKM5 -5,10%
🔴 SLCE3 -4,94%
🔴 USIM5 -4,88%

(Com Valor, BDM e Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE