Bolsas da Ásia fecham negativas, após notícias de novos lockdowns na China

wance-paleri-NnRIrQ1USyw-unsplash (1)

As bolsas da Ásia fecharam em queda generalizada nesta sexta-feira (28), após duas grandes cidades da China retomarem lockdowns em meio a novos surtos de Covid-19. No Japão, a decisão do BoE confirmou a expectativa.

A cidade chinesa de Wuhan, epicentro original da pandemia de Covid-19, estabeleceu lockdown novamente ante o terceiro dia consecutivo com alta de casos em todo o país, superior a 1.000 novas infecções, segundo o MarketWatch. A cidade de Guangzhou, centro manufatureiro, também instaurou novo bloqueio.

Pressionado por ações dos setores imobiliário e de tecnologia, o índice de Hong Kong desceu ao menor nível desde abril de 2009.

No âmbito da política monetária, o Banco do Japão (BoJ) manteve a postura acomodatícia na decisão divulgada hoje, em linha com as expectativas do mercado. A decisão contraria a tendência de alta em outras economias desenvolvidas, diante da escalada global da inflação.

Apesar do contínuo afrouxamento monetário, o BoJ aumentou a previsão para o núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI) do Japão no ano fiscal de 2022 e 2023. A instituição cortou a estimativa para crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) japonês nos respectivos anos.

🇨🇳 Shanghai -2,25% (2.916)

🇯🇵 Nikkei -0,88% (27.105)

🇭🇰 Hang Seng -3,66% (14.863)

🇰🇷 Kospi -0,89% (2.268)

 

(Com Agência Estado e Dow Jones Newswires)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?