Bolsas da Europa fecham positivas, ante possível desistência de pacote fiscal britânico

tabrez-syed-PDnv0eG5yOA-unsplash

As bolsas europeias fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira (14), tendo o noticiário do Reino Unido por foco principal. O então ministro das Finanças do país, Kwasi Kwarteng, deixou o posto, e a primeira-ministra Liz Truss recuou de um corte de impostos anteriormente anunciado. Assim, ficou em segundo plano o déficit comercial da Zona do Euro divulgado pela manhã.

Após especulações durante a madrugada, veiculadas pelo jornal britânico The Times, Kwarteng declarou em carta a demissão do cargo de ministro das Finanças do Reino Unido. “Você pediu para que eu me retire do cargo de ministro das Finanças. Eu aceitei”, escreveu ele em carta à Liz Truss divulgada nesta manhã.

No documento, Kwarteng disse que o cenário econômico mudou rapidamente desde o anúncio do pacote fiscal que envolveria cortes de impostos em série, em 23 de setembro. O agora ex-ministro disse acreditar que a visão de Truss é “a correta”.

“O que fiz hoje foi para garantir que tenhamos estabilidade econômica no país”, disse a primeira-ministra, que disse lamentar a mudança e nomeou Jeremy Hunt como novo ministro das Finanças.

Liz Truss também decidiu manter o aumento no imposto corporativo planejado pelo governo anterior, com reajuste da alíquota de 19% para 25%. A premiê reforçou o foco em garantir estabilidade econômica ao Reino Unido.

🇩🇪 DAX +0,67%

🇫🇷 CAC +0,90%

🇬🇧 FTSE +0,12%

 

(Com Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?