Bolsas da Europa recuam, em virtude de apertos monetários

Foto com algumas cédulas do Euro

A bolsas europeias fecharam em queda nesta sexta-feira (23), após o anúncio do Reino Unido de novos cortes de impostos. A semana foi marcada por decisões de aperto monetário do Federal Reserve (Fed) e do Banco Central da Suiça (SNB).

O governo britânico reduzirá os impostos sobre a folha de pagamento, congelará os impostos sobre as sociedades, eliminará a restrição aos bônus dos executivos dos bancos e gastará bilhões de libras para subsidiar os preços da energia durante os próximos dois anos, segundo o ministro das Finanças, Kwasi Kwarteng.

“Esse ciclo de estagnação levou à projeção de que a carga tributária alcançará os maiores níveis desde o fim da década de 1940″, disse Kwarteng. “Estamos determinados a romper esse ciclo. Precisamos de uma nova abordagem para uma nova era, com foco no crescimento”, acrescentou Kwasi Kwarteng.

Ontem, o Fed aumentou a taxa de juros dos Fed Funds em 0,75 ponto percentual. A votação para essa medida foi unânime, com todos os 12 votos a favor.

Na avaliação preliminar de setembro, o índice de gerente de compras compostas (PMIs) da Zona do Euro, atingiram o menor nível em 20 meses, enquanto o da Alemanha registrou seu pior nível em 28 meses.

🇩🇪 DAX -1,97%

🇫🇷 CAC -2,28%

🇬🇧 FTSE -1,97%

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?