Commodities: petróleo destoa do risco de oferta; China pode aumentar produção de minério

maria-lupan-hy97yy3e03A-unsplash

O petróleo registra alta nesta sexta-feira (29), em meio a contínuos riscos à oferta. Na máxima intradiária, o WTI voltou a superar a marca de US$ 100 pela primeira vez em mais de uma semana. Dados de gastos com consumo e renda pessoal fortes nos Estados Unidos ajudaram a enfraquecer preocupações sobre a economia americana, apesar do avanço da inflação PCE.

Os investidores estão com a atenção voltada para a reunião da Opep+ da próxima semana e as expectativas de que isso acabará com as esperanças dos Estados Unidos de um aumento na oferta.

Um dólar mais fraco e ações mais fortes também deram suporte para o indicador. A queda da moeda americana torna o petróleo mais barato para compradores com outras moedas.

“O mercado de petróleo na Europa está consideravelmente mais apertado do que nos EUA, o que também se reflete na forte queda da curva futura do Brent”, disse Carsten Fritsch, analista do Commerzbank.

O minério de ferro fechou com sinal negativo, devolvendo parte dos ganhos da véspera. No acumulado da semana, contudo, a commodity acumula ganhos de 12,85% – na última sexta, 22, encerrou cotada a US$ 101,09.

A pressão hoje veio de uma variação de estoque entre Brasil e Austrália, segundo analistas do mercado. Por outro lado, no mercado futuro em Dalian, a matéria-prima com entrega para setembro subiu 1,6% hoje, negociada a 780,5 yuans.

Além disso, ocorreu ontem (28) a 6º Assembleia Geral Chinesa do Setor de Mineração e Siderurgia em Pequim, na qual foi indicado que a indústria siderúrgica chinesa deve continuar reduzindo a produção de aço, mas planeja aumentar a produção de minério de ferro local.

“O ponto positivo é que, como o custo do produção de minério na China é muito alto, para aumentá-la, o preço do minério deve se manter por volta de um piso de US$ 100, indicando que, teoricamente, o pior pode ter passado”, sinaliza Gilberto Cardoso, CEO da Tarraco Commodities Solutions e colaborador da OhmResearch.

🇬🇧 Brent +2,99% (US$ 10,87)

🇺🇸 WTI +3,42% (US$ 99,72%

🇨🇳 Minério de ferro -3,96% (US$ 115,00)

Cotações registradas às 10h50; minério de ferro referente a Qingdao

 

(Com Reuters e Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE