Fique de olho em Light [LIGT3], Eletrobras [ELET3; ELET5; ELET6], Restoque [LLIS3] e outras

financial-data

Entre os destaques corporativos desta segunda-feira (31), Light [LIGT3] elegeu ex-Energisa para diretor da companhia, Eletrobras [ELET3; ELET5; ELET6] estuda conversão de ações PNB em ações ON, Restoque [LLIS3] recebeu correspondência do Geribá, informando alteração de posicionamento em função da capitalização do endividamento financeiro da primeira, e G2D [G2DI33] comunicou que a Spice Delaware aumentou sua participação em ações ordinárias de classe A da empresa.

Sabesp [SBSP3] constituiu SPE com a Infranext, Simpar [SIMH3] descontinuou divulgação de projeções de alguns indicadores das suas controladas, Tenda [TEND3] aprovou exclusão dos dispositivos estatutários, e Guararapes [GUAR3] informou que Itaú Corretora será novo formador de mercado.

Grupo SBF [SBFG3] anunciou renúncia do diretor de suprimentos da companhia, Vale [VALE3] prestou esclarecimentos sobre oscilações atípicas em seus papéis, e PDG [PDGR3] recebeu correspondência informando aumento de participação na companhia via subscrição.

Light [LIGT3]

A Light elegeu Alexandre Nogueira Ferreira como diretor da companhia. Antes de ingressar na empresa, Alexandre fez sua carreira no Grupo Energisa [ENGI11], tendo ocupado diversas posições, a última como responsável pelas áreas de regulação e relacionamento institucional. 

Alexandre Ferreira tomará posse em 1º de novembro de 2022 e assumirá as funções de diretor de regulação e de relações institucionais.

Eletrobras [ELET3; ELET5; ELET6]

A Eletrobras estuda uma proposta de conversão das ações preferenciais (PN) classe B em ações ordinárias (ON) em razão de uma ação PN para cada 1,1 de Ação ON.

O estudo se dá como passo para implementação da migração da Eletrobras para o Novo Mercado, segmento especial de listagem da B3,  

“A administração […] está analisando todas as alternativas ao seu alcance em busca daquela que melhor atenda aos interesses da companhia e dos seus acionistas, levando em consideração, inclusive, as características peculiares dessa classe de ações, sobretudo a sua baixa liquidez no mercado secundário, que a difere das Ações PNB”, informou a companhia elétrica. 

Além disso, a Eletrobras lançará, nesta terça-feira (01), o seu novo plano de demissão voluntária (PDV), o primeiro desde a capitalização da companhia, ocorrida em junho de 2022. 

O PDV que está sendo implantado simultaneamente nas empresas Eletrobras CGT Eletrosul, Chesf, Eletronorte e Furnas, além da própria holding, é voltado para empregados aposentados pela previdência oficial ou aposentáveis até 30 de abril de 2023, considerando critérios do próprio INSS – idade e tempo de contribuição exigidos respectivamente para os anos de 2022 e 2023. 

Em todas as empresas Eletrobras, há 2.312 colaboradores elegíveis ao plano. O PDV terá custo de cerca de R$ 1 bilhão e payback estimado de 11,2 meses. 

Restoque [LLIS3]

A Restoque recebeu correspondência do Geribá, informando que a aquisição via subscrição de aproximadamente 164 milhões de ações ordinárias, escriturais e sem valor nominal da empresa, equivalentes a 19,35% do capital social da Restoque.

Segundo o Geribá, o acionista era titular de debêntures da empresa e, em decorrência da capitalização do endividamento financeiro da Restoque, tornou-se titular das ações. 

G2D [G2DI33]

A G2D comunicou que a Spice Delaware aumentou sua participação em ações ordinárias de classe A da empresa, passando a deter diretamente cerca de 2 milhões do tipo, representativas de 5,28% do total de ações classe A. 

A Spice Delaware é uma sociedade controlada pela GP Investments, que é a acionista controladora da G2D. Desta forma, a participação total detida pela acionista controladora da companhia passou a ser de mais de 9 milhões de ações da espécie, representativas de 23,37% das ações classe A da G2D. 

Sabesp [SBSP3]

A Sabesp constituiu Sociedade de Propósito Específico (SPE) com a Infranext, na qual terá participação acionária de 45%. 

A SPE objetiva implantar uma usina de produção e comercialização de asfalto a frio, com investimento total previsto em R$ 40 milhões ao longo de 2023, permitindo à Sabesp utilizar o material em seus serviços de recomposição asfáltica.

Simpar [SIMH3]

A Simpar decidiu descontinuar a divulgação de projeções de alguns indicadores das suas controladas.

Em relação à CS Brasil, que compreende as concessões portuárias de Aratu (ATU-12 e ATU-18), Rodovia Transcerrados e o BRT Sorocaba, e CS Infra, não serão mais publicadas estimativas de receita líquida, Ebitda e lucro líquido. 

A divulgação desses indicadores tinha por objetivo suportar a reorganização societária envolvendo a incorporação da totalidade das ações da CS Infra pela companhia, que foi submetida à AGE da Simpar, realizada no último sábado (29), e aprovada pela unanimidade dos acionistas minoritários presentes, explicou a empresa. 

“A companhia optou pela descontinuidade das projeções uma vez que cumpriram seu objetivo, além do fato de que estuda novos projetos para o atual portfólio e também em função da volatilidade dos fatores macroeconômicos”, afirmou a Simpar. As demais projeções da companhia permanecem inalteradas.

Tenda [TEND3]

A Tenda aprovou a exclusão dos dispositivos estatutários que tratavam da oferta pública por aquisição de participação relevante.

Guararapes [GUAR3]

A Guararapes informou que a função de formador de mercado será exercida pela Itaú Corretora, e não mais pelo Itaú Unibanco. O contrato de prestação de serviços tem como objetivo fomentar a liquidez das ações ordinárias de emissão da companhia negociadas no âmbito da B3, e possui prazo indeterminado.

Grupo SBF [SBFG3]

O Grupo SBF anunciou a renúncia do diretor de suprimentos da companhia, Maurício de Mello Nogueira, cujas funções serão absorvidas por Diego de Freitas Rodrigues, que assumirá na qualidade de membro não-estatutário. 

Diego também já foi diretor comercial no E-commerce da Centauro e diretor da área de futebol. Em seu último desafio na Companhia, liderou a transformação do site Nike.com.br na Fisia.

Vale [VALE3]

A Vale prestou esclarecimentos sobre oscilações atípicas em suas ações entre os dias 14 e 27 de outubro. No dia 27, as ações caíram 3,98%* (*cotações referentes às 17h59)

A companhia afirmou que não têm conhecimento de qualquer fato que possa justificar tais oscilações. Contudo, pontuou que está exposta a riscos de mercado, dentre eles os relacionados à volatilidade dos preços dos seus produtos e “notadamente o do preço do minério de ferro”, produto que compôs, nos primeiros nove meses de 2022, aproximadamente 79% das receitas da Vale e recuou 14% entre os dias 14 e 27 de outubro de 2022. 

A mineradora ainda citou que, durante o período, as ações da Vale, da Rio Tinto, da BHP e da CSN Mineração se movimentaram de forma similar, subindo aproximadamente 1,7%, 1,9%, 2,4% e 3,3%, respectivamente.

PDG [PDGR3]

A PDG recebeu correspondência eletrônica de Nelson da Silva Cardoso de Oliveira, informando a aquisição de participação acionária na companhia via subscrição, passando a deter cerca de 32 milhões de ações ordinárias, equivalentes a aproximadamente 10,08% do capital social da empresa.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?