Fique de olho em Vale [VALE3], Assaí [ASAI3], Klabin [KLBN11] e outras

bolsa

Entre os destaques corporativos desta quinta-feira (25), o EBITDA da Vale recuou 7,0% na passagem do primeiro trimestre do ano passado para o mesmo intervalo agora em 2024.

Vale [VALE3]

O EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), em critério ajustado, de Vale recuou 7,0% na passagem do primeiro trimestre do ano passado para o mesmo intervalo agora em 2024, de US$ 3,714 bilhões para US$ 3,438 bilhões.

O lucro líquido atribuído aos acionistas caiu 9,0% em doze meses, de US$ 1,837 bilhão para US$ 1,679 bilhão.

A redução foi atribuída a menores preços realizados de finos de minério de ferro, níquel e cobre, parcialmente compensado por maiores volumes de vendas de minério de ferro e cobre, a ausência de impactos de impairment observados no primeiro trimestre do ano anterior, mas houve, ainda, um efeito positivo da marcação a mercado das debêntures participativas e ganhos na variação cambial.

Assaí [ASAI3]

O Assaí registrou um lucro líquido de R$ 60 milhões no primeiro trimestre de 2024, considerado o impacto da norma internacional de relatórios financeiros IFRS16, uma queda de 16,70% em doze meses.

No período, o EBITDA ajustado foi R$ 1,217 bilhão, alta de 28% em um ano. A margem EBITDA ajustada foi de 7,10%, crescimento de 0,8 p.p.

Log [LOGG3]

A Log Commercial Properties (Log CP) registrou um lucro líquido de R$ 55,30 milhões no primeiro trimestre de 2024, aumento de 90,10% em relação a igual intervalo do ano anterior.

O EBITDA, no período, avançou 36,4%, a R$ 74 milhões, informou a empresa nesta quarta-feira (24).

A receita líquida somou R$ 53,8 milhões entre os meses de janeiro e março deste ano.

Eneva [ENEV3] e PetroRecôncavo [RECV3]

Em resposta a notícia do jornal Valor Econômico, de que iniciaram estudos por uma fusão, Eneva e PetroReconcavo negaram a informação.

PetroReconcavo afirmou que “não está engajada em negociação sobre eventual fusão dos negócios”, e, que, “em linha com as melhores práticas de governança corporativa, a companhia vai manter o mercado oportunamente atualizado sobre este tema”.

Já a Eneva declarou continuar focada na execução de seu plano estratégico e no seu programa de CAPEX, mas que, ainda assim, analisa constantemente oportunidades de negócios que possam fortalecer a sua posição no seu setor de atuação.

Magazine Luiza [MGLU3]

Em assembleia-geral ordinária e extraordinária (AGOE) realizada nesta quarta-feira (24), acionistas de Magazine Luiza aprovaram grupamento das ações ordinárias de emissão da companhia, à razão de 10:1, de modo que cada lote de 10 (dez) ações seja grupado em 1 (uma) ação, sem modificação da cifra do capital social.

Em razão da aprovação do grupamento pela AGOE, o capital social da companhia passou a se dividir em 738.995.248 ações ordinárias, todas nominativas, escriturais e sem valor nominal, e permanecem, contudo, no montante de R$ 13.802.162.483,70.

Energisa [ENGI11]

O consumo consolidado de energia elétrica, cativo e livre (3.611,6 GWh), nas áreas de concessão do Grupo Energisa, apresentou um aumento de 9,8% no mês de março em relação ao mesmo mês do ano anterior, informou a companhia nesta quarta-feira (24).

No mês, a classe residencial foi a principal contribuição para o resultado, seguida pela industrial e comercial.

No mês, todas as distribuidoras apresentaram alta no consumo de energia em suas áreas de concessão, em especial a EMT (+10,30%), EMS (+15,10%), ETO (+13,20%) e ESE (+10,20%).

A classe residencial (+15,70%) obteve o maior crescimento de consumo no mês, com a EMS (+30,00%), EMT (+16,90%), ETO (17,60%) e ESS (+16,90%) com as maiores altas.

O resultado na classe residencial foi puxado principalmente por temperaturas elevadas, com registro de condas de calor e temperaturas acima da média em razão de efeito do fenômeno El Niño.

CCR [CCRO3]

Nesta quarta-feira (24), o conselho de administração da CCR reelegeu os membros de sua diretoria executiva. Confira as designações a seguir:

– Miguel Nuno Simões Nunes Ferreira Setas, para o cargo de diretor-presidente;
– Waldo Edwin Perez Leskovar, para o cargo de diretor vice-presidente de Finanças e de Relações com Investidores;
– Eduardo Siqueira Moraes Camargo, para o cargo de diretor vice-presidente de Negócios;
– Fábio Russo Côrrea, para o cargo de diretor vice-presidente de Negócios;
– Márcio Magalhães Hannas, para o cargo de diretor vice-presidente de Negócios;
– Roberto Penna Chaves Neto, para o cargo de diretor vice-presidente Jurídico, Governança e Relações Governamentais;
– Pedro Paulo Archer Sutter, para o cargo de diretor vice-presidente de Sustentabilidade, Riscos e Compliance.

Na mesma ocasião, o colegiado elegeu Raquel Cardoso da Silva para o cargo de diretoria vice-presidente de Pessoas e Desenvolvimento Organizacional, para o mandato unificado dos demais membros reeleitos.

Méliuz [CASH3]

O Méliuz anunciou a aquisição de 19,4% da Zoppy, empresa que presta serviços de gestão de CRM voltada ao mercado de pequenos e médios varejistas, por R$ 2,90 milhões.

A companhia descreve a adquirida “como um ecossistema de relacionamento das marcas com seus consumidores e, por meio de giftback, automação de marketing, dados e segmentação de clientes, revoluciona a fidelização de compra e melhora a satisfação dos consumidores com menos esforço para os varejistas”.

A startup possui mais de 500 marcas em seu portfólio em todo o território nacional e viabiliza por meio de sua tecnologia, em média, 23,00% de aumento do faturamento mensal das empresas parceiras e 32,00% de aumento na taxa de recompra em lojas físicas e e-commerces por meio de fidelização.

A empresa já impactou mais de 3,70 milhões de consumidores em todo o Brasil.

Gafisa [GFSA3]

Fundos geridos por Trustee atingiram posição em 8.393.816 ações de emissão da Gafisa. Com isso, foi reduzida a posição da gestora para 9,38% do capital social.

O acionista informou que não visa alterar a composição do controle ou especificamente a estrutura administrativa da companhia e que não foram celebrados quaisquer contratos ou acordos que regulem o exercício de direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários emitidos pela companhia.

Localiza [RENT3]

A Moody’s Local afirmou o rating corporativo (CFR) ‘AAA.br’ da Localiza. Ao mesmo tempo, a agência afirmou os ratings ‘AAA.br’ da série única das 20ª, 21ª, 22ª, 25ª e 38ª emissões de debêntures, e das duas séries da 23ª emissão de debêntures da companhia.

A perspectiva foi classificada como estável.

A Moody’s Local também afirmou o rating ‘AAA.br’ da série única da 13ª emissão de debêntures da Localiza Fleet. A perspectiva foi classificada como estável.

A afirmação dos ratings da Localiza reflete seu robusto perfil de negócios sustentado pela elevada escala, posição de liderança como a maior empresa de aluguel de carros e frotas do mercado brasileiro e forte diversificação, de acordo com a agência.

“Esses fatores em conjunto proporcionam importantes vantagens competitiva à companhia, tais como melhores condições de compra de veículos junto às montadoras e forte reconhecimento de marca por parte dos consumidores. Com um modelo de negócios resiliente e relativamente flexível, a companhia apresenta desempenho operacional sólido, margens operacionais saudáveis e geração de fluxo de caixa estável, o que alivia o impacto de desacelerações econômicas e do mercado de automóveis”, escreveram os analistas Patricia Maniero e Yael Shavitt.

Usiminas [USIM5]

Certas sociedades do grupo econômico J.P. Morgan adquiriram, na segunda-feira (22), um total de 3.496.431 ações preferenciais (PN) da Usiminas.

Dessa forma, com base no capital social da companhia representado por 547.752.163 ações preferenciais, a participação do grupo econômico do J.P. Morgan aumentou para 5,030% do total das ações preferenciais emitidas pela Usiminas.

Totvs [TOTS3]

A Totvs comunicou a eleição de Ricardo Grosvenor Breakwell para o cargo de membro independente do comitê de auditoria estatutário, como decidido em reunião do conselho de administração realizada na última terça-feira, 23 de abril, com mandato estendido à assembleia-geral ordinária (AGO) da companhia a se realizar em 2026.

A eleição ocorreu em substituição à Lavinia Moraes de Almeida Nogueira Junqueira.

Yduqs [YDUQ3]

Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB) passou a deter, consideradas tanto a participação direta quanto indireta, 15.491.411 ações ordinárias (ON) de emissão da Yduqs, o que corresponde a aproximadamente 5,010% do capital social da companhia.

A movimentação não indica objetivo de adquirir o controle da companhia nem de alterar sua estrutura administrativa.

Além das ações mencionadas, o acionista não detém quaisquer outros valores mobiliários emitidos pela companhia e-ou instrumentos financeiros derivativos relacionados a valores mobiliários emitidos, seja para liquidação física ou financeira.

O acionista não integra qualquer acordo ou contrato que regule o exercício do direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários emitidos pela companhia.

Pague Menos [PGMN3]

Em conjunto com o Bradesco, a Pague Menos requereu nesta quarta-feira (24) o registro da distribuição pública de 200.000 notas comerciais escriturais, em série única, da 3ª emissão, com valor nominal unitário de R$ 1.000,00, e perfaz, na data de emissão, qual seja, 30 de abril de 2024, o montante total de R$ 200.000.000,00.

As notas comerciais escriturais serão objeto de oferta pública, a qual vai ser submetida ao rito de registro automático de distribuição junto a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com dispensa de análise prévia, por se tratar de oferta pública de valores mobiliários representativos de dívida; de emissão de companhia registrada na CVM; e destinada exclusivamente a investidores profissionais.

Bradesco [BBDC4]

O conselho de administração de Bradesco atribuiu a André Costa Carvalho, diretor, a função de Relações com Investidores (RI). O executivo substitui Carlos Wagner Firetti, designado para outras funções na instituição.

ClearSale [CLSA3]

A B3 solicitou à ClearSale informações sobre uma oscilação atípica registrada com valores mobiliários da companhia entre os dias 11 e 24 de abril.

Em resposta, a empresa informou desconhecer fato diretamente relacionado com a companhia ou com suas atividades que tenha influenciado a oscilação – tratada como atípica pelo ofício – que justifique as referidas oscilações verificadas em relação às ações de emissão da companhia, quantidade negociada e o número de negócios.

Por meio de seu diretor de Relações com Investidores, inquiriu seus administradores e acionistas controladores, os quais retornaram com a informação de que não possuem também conhecimento da existência de atos ou fatos não divulgados que justificassem as referidas oscilações.

Sanepar [SAPR11]

A gestora norte-americana BlackRock alienou ações preferenciais (PN) emitidas pela Sanepar.

Desde a última sexta-feira (19), suas participações, de forma agregada, passaram a ser de 7.172.529 ações preferenciais (PN) e 10.702.014 units, representativas de 10.702.014 ações ordinárias (ON) e; 42.808.056 ações preferenciais (PN), e totalizam 49.980.585 ações preferenciais, representativas de aproximadamente 4,960% do total de ações preferenciais emitidas pela companhia e 414.972 instrumentos financeiros derivativos referenciados em ações preferenciais com liquidação financeira, representativas de aproximadamente 0,041% do total de ações preferenciais.

PDG [PDGR3]

Em 6 de dezembro de 2017 e 13 de dezembro de 2020, foram homologados, respectivamente, o plano de recuperação judicial da PDG Realty e demais sociedades integrantes de seu grupo econômico e seu aditamento, nos autos do processo nº 1016422-34.2017.8.26.0100, em trâmite junto ao Juízo da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca da Capital de São Paulo (SP).

Nesse sentido, a companhia apresentou informações a respeito do aumento de capital a ser oportunamente realizado, notadamente quanto às principais condições e o procedimento que deve ser adotado pelos credores que desejarem aderir à capitalização facultativa de créditos.

Banco Pan [BPAN4]

O Banco PAN anunciou a 4ª edição do Programa de Férias, com oportunidades de estágio exclusivas para o mês de julho, ideal para os estudantes que querem se desenvolver e buscar novas experiências em sua área de formação.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 6 de maio. Ao todo, o programa vai contar com 4 semanas de duração.

Estudantes precisam cursar a partir do 2º ano de graduação nas áreas de Administração de Empresas, Matemática, Física, Estatística, Tecnologia, Engenharias, Ciências Contábeis ou correlatas, e os estudantes aprovados vão atuar em projetos e desafios estratégicos, ao lado de excelentes profissionais.

O Programa de Férias vai ser realizado de maneira presencial no escritório do PAN, localizado na Avenida Paulista, em São Paulo (SP), e oferece bolsa-auxílio de R$ 2.400,00, vale-refeição de R$ 1.060,84 e vale-transporte sem desconto.

Klabin [KLBN11]

A Klabin apresentou nesta quinta-feira (25), uma queda de 64% no lucro líquido do primeiro trimestre de 2024, com R$ 460 milhões. No mesmo período do ano anterior, a empresa havia registrado um montante de R$ 1,2 bilhão.

Na comparação com o quarto trimestre de 2023, o saldo do lucro da empresa foi de 24% de alta, já que no período foi apurado R$ 370 milhões.

No EBITDA ajustado, a Klabin também teve queda em um ano. Foi R$ 1,6 bilhão no primeiro trimestre de 2024, recuo de 15% quanto ao mesmo intervalo de meses de 2023 (R$ 1,9 bi).

Petz [PETZ3]

A Petz informou nesta quinta-feira (25), que o acionista Sergio Zimerman ultrapassou 30% de participação no capital social da companhia, ao elevar o número de ações ordinárias detidas, em um total de 141.415.975 ações desse tipo.

Além de Zimerman, a gestora Atmos Capital também aumentou sua fatia na empresa e atingiu 4,88% do capital social da Petz, passando a totalizar, de forma agregada, 35.909.236 ações ordinárias PETZ3, em razão da operação de empréstimo de 13.333.948 ações ordinárias de emissão da Companhia, correspondentes a 2,88% do seu capital social.

Petrobras [PETR4]

A Petrobras informou nesta quinta-feira (25), que assinou um memorando (MOU) com a empresa estatal de energia da Argentina Enarsa para estudos de parcerias no segmento de gás natural.

O acordo não vinculante tem prazo de três anos e possibilitará o intercâmbio de informações, a avaliação de alternativas para cooperação e complementariedade energética entre as duas empresas.

Além disso, visa uma coordenação de ações para maior garantia de fornecimento de gás natural para a Argentina durante o inverno, período de maior demanda no país, sem qualquer impacto para o abastecimento de gás no Brasil nem custo financeiro adicional para a Petrobras.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?