Ibovespa fecha em alta, puxado por setor financeiro e otimismo com temporada de balanços no exterior

business-5475664_960_720

O Ibovespa fechou em alta nesta terça-feira (18), acompanhando o otimismo presente nas bolsas de Nova York. O bom desempenho do setor financeiro americano deu fôlego aos papéis de grandes bancos, com destaque para o Banco do Brasil (BBAS3), que figurou entre as maiores altas do índice hoje. Além disso, o otimismo em relação aos dados da Vale (VALE3) e a alta de Petrobras (PETR3; PETR4) impulsionou o movimento positivo.

Ainda assim, analistas ressaltam que o cenário externo ainda inspira certa cautela, apesar dos balanços corporativos terem superado expectativas dos investidores. Gino Olivares, da Azimut Brasil Wealth Management, ressalta que é necessária “parcimônia” na análise dos resultados trimestrais, enquanto Bruno Takeo, da Ouro Preto Investimentos, afirma que “nada foi alterado” em relação ao quadro de juros nos Estados Unidos mesmo com o bom desempenho de bancos como o JPMorgan e o Goldman Sachs.

O dólar fechou em queda, novamente pressionado pelo fluxo positivo de capital estrangeiro na bolsa brasileira e destoando do leve fortalecimento da moeda americana no mercado internacional. O líder de renda variável da Manchester Investimentos, Marco Noenberg, aponta para os dados positivos de produção divulgados pela (VALE3) como um possível atrativo para recursos externos.

📊 Ibovespa 115.743,07 pontos (+1,87%)
💰 Volume R$ 29,7 bilhões
💵 Dólar R$ 5,2547 (-0,91%)

A Natura (NTCO3) se descolou de seus pares, disparou 9,62% e liderou os ganhos da sessão de hoje, impulsionada pela notícia de que a companhia estuda fazer uma oferta inicial de ações ou uma cisão seguida de IPO da Aesop, sua unidade de negócios de luxo e bem-estar.

Também no “top 5” de hoje, a Ultrapar (UGPA3) e a Vibra Energia (VBBR3) subiram 5,63% e 6,12%, respectivamente, impulsionadas pela perspectiva de desvalorização do petróleo no mercado internacional. Para Julia Monteiro, da MyCap, a consequente queda do preço de revenda da commodity aumentaria o spread entre compra e venda, garantindo maior margem às distribuidoras, como é o caso das duas companhias.

O setor bancário fechou em alta, acompanhando o otimismo das bolsas de Nova York com os balanços trimestrais de grandes instituições financeiras do país, considerados acima das expectativas. Destaque para o Banco do Brasil (BBAS3), que subiu 5,14%, enquanto Itaú (ITUB4), Bradesco (BBDC4) e Santander (SANB11) subiram 2,46%, 0,76% e 1,60%, respectivamente.

As petroleiras também registraram desempenho positivo, apesar da queda da commodity de referência no mercado internacional. PetroRio (PRIO3) e 3R Petroleum (RRRP3) avançaram 2,8% e 2,66%, respectivamente, enquanto Petrobras ON (PETR3) e PN (PETR4) subiram 2,2% e 2,46%. Para Pedro Galdi, da Mirae Asset, a forte liquidez dos papéis da estatal é o que justifica esse movimento de alta, “driblando” a volatilidade dos contratos do petróleo.

A Cielo (CIEL3) subiu 4,70%, após ter o preço-alvo de seus papéis elevado de R$ 7,00 para R$ 8,00 pelo JPMorgan, mais de 39% acima do fechamento de ontem. A recomendação de compra foi mantida.

Após divulgar seus dados de produção e vendas referentes ao 3T22, a Vale (VALE3) fechou em alta de 1,83%, impulsionada pelo otimismo em relação aos números, considerados acima das expectativas. No setor, o desempenho também foi positivo, com CSN Mineração (CMIN3) e Usiminas (USIM5) avançando 2,8% e 2,7%, respectivamente.

Do lado negativo, Assaí (ASAI3) despencou 9,22%, em meio a rumores de que o controlador Casino estaria preparando uma oferta de sua participação na companhia. O papel foi a maior queda do índice de hoje por uma larga margem, mas foi acompanhado por outras varejistas como Via (VIIA3) e Magazine Luiza (MGLU3), que recuaram 2,01% e 0,69%, em meio a expectativas por uma desaceleração do consumo no fim do ano.

⬆️ Maiores altas do índice

🟢 NTCO3 +9,62%
🟢 VBBR3 +6,12%
🟢 LWSA3 +5,69%

⬇️ Maiores baixas do índice

🔴 ASAI3 -9,22%
🔴 VIIA3 -2,01%
🔴 CASH3 -1,74%

(Com Agência Estado e BDM Online)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?