QUAL3 atinge mínima histórica, mas volta a subir. Vale a pena comprar?

qualicorp-fachada

Após registrar o menor preço desde seu IPO em 23 de novembro, enquanto acumulava três semanas consecutivas de fortes quedas, os papéis da Qualicorp [QUAL3] voltaram a registrar ganhos e já somam mais de 7% de alta nesta semana.

A Qualicorp é uma das líderes no Brasil na administração, gestão e venda de planos de saúde coletivos, empresariais e coletivos por adesão, atendendo mais de 2,6 milhões de beneficiários. 

O movimento de recuperação da empresa segue o otimismo do mercado, segundo Niels Tahara, head de análise fundamentalista da Benndorf, mas sem grandes mudanças no cenário ainda negativo para a companhia.

“A Qualicorp vem apresentando resultados bem fracos, com perda de planos, redução nas receitas e pressão nas margens”, explica Niels. “Sem dúvidas, a grande preocupação do mercado é com a forte perda com a redução do portfólio pela qual a companhia vem passando.”

No terceiro trimestre de 2022, a empresa registrou lucro líquido de R$ 49,2 milhões, queda de 55,4% na comparação anual. O Ebitda ajustado ficou em R$ 264 milhões, recuo de 12,7% no mesmo intervalo de comparação. 

Além disso, o setor ainda passa por um momento delicado, com a sinistralidade em processo de normalização. O segmento de saúde como um todo vem tendo dificuldades com o aumento de preços, diz o analista, mas o caso da Qualicorp acaba se destacando negativamente por estar apresentando retração do portfólio.

Vale a pena comprar?

As ações da Qualicorp seguem em tendência de baixa, afirma Filipe Borges, analista técnico da Benndorf Research. Ele explica que, em um curto espaço de tempo, o papel apresenta uma espécie de deriva, “podendo haver uma correção na queda do ativo de até uns R$ 6,80 a R$ 6,90, mas a tendência majoritária ainda é de baixa.”

“Caso o ativo suba para R$ 6,80 a R$ 7, eu vou olhar uma possível operação de venda para continuidade dessa movimentação. Não tem indicação de compras no momento. E o ativo segue vendedor”, recomenda o analista técnico.

Gráfico de QUAL3 [Fonte: Filipe Borges/TradingView]
Niels também não recomenda compra, devido “aos grandes desafios de manter o portfólio atual, principalmente com o aumento do ticket médio dos produtos.” 

Ontem, o Goldman Sachs alterou o preço-alvo para os papéis da companhia de R$ 13 para R$ 12, alta de 95,1% em relação ao último fechamento. O banco manteve recomendação neutra para QUAL3.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?