Bolsas americanas fecham predominantemente em queda, com PMI e Fed no radar

ben-mater-lA-wfuq-7CQ-unsplash

As principais bolsas de Nova York fecharam predominantemente em queda nesta terça-feira (23), exceto pelo índice Nasdaq, que se manteve estável em relação ao fechamento de ontem. A divulgação de dados do índice de gerentes de compras (PMIs) dos Estados Unidos na preliminar de agosto deu certo fôlego aos mercados, com expectativas de um aperto monetário menos agressivo por parte do Fed, mas a recuperação não se sustentou.

O PMI do país recuou de 47,7 no mês passado para 45,0 na preliminar deste mês, de acordo com a S&P Global. Além disso, os dados de vendas de novas moradias recuaram 12,6% em julho em relação a junho. Os números, apesar de sinalizarem um fraco desempenho da economia, inicialmente deram esperanças de que o Fed não será tão agressivo (hawkish) na alta de juros na reunião de setembro, ainda que a maior parte do mercado acredite em um aumento de 0,75 ponto percentual.

▪️ Dow Jones -0,47%
▪️ S&P500 -0,22%
▪️ Nasdaq Estável

Mesmo com o otimismo após a divulgação dos dados, os índices voltaram a cair ao longo da tarde, em meio ao aumento das expectativas de inflação para o país. Os investidores aguardam o Simpósio de Jackson Hole, que começa na quinta-feira e deve dar pistas sobre os próximos passos do Fed no combate à alta dos preços.

O setor imobiliário foi fortemente pressionado e se destacou entre as quedas do pregão, após os dados fracos de vendas de novas moradias. O Twitter também recuou, fechando em baixa de 7,32%, após notícias de que um ex-chefe de segurança da rede social registrou queixa por uma suposta falta de proteção de dados confidenciais de seus usuários.

O destaque positivo foi o setor de energia, na esteira dos fortes ganhos do petróleo: Chevron e ExxonMobil avançaram 3,24% e 4,24%. Tesla também subiu, fechando em alta de 2,26%, enquanto o setor bancário fechou majoritariamente em queda, com Citigroup, Goldman Sachs e JP Morgan recuando 0,59%, 0,65% e 0,99%, respectivamente.

(Com Agência Estado e The Wall Street Journal)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?