Bolsas da Europa fecham em alta, sobrepondo-se a ameaças de Vladimir Putin

Bandeira da União Europeia. Representa também a bolsas da Europa

As bolsas europeias fecharam em alta nesta quarta-feira (21). O bom desempenho dos índices do Velho Continente rema contra as ameaças do presidente Vladimir Putin, que citou a possibilidade ataques nucleares à Ucrânia. Além disso, investidores ficaram no aguardo da decisão do Federal Reserver (Fed), anunciada às 15h. O BC americano subiu a taxa básica de juros em 0,75 p.p., conforme esperado.

Com o anúncio de Putin de que fará uma mobilização parcial de tropas no país devido ao conflito na Ucrânia, as bolsas do continente abriram em baixa. A notícia é de uma transferência de 300.000 reservistas para o território ucraniano. De acordo com o analista-chefe de mercado da CMC Markets, Michael Hewson, isso serve como um alerta de que a Rússia ainda tem a opção de usar armas nucleares se sua integridade territorial estiver ameaçada.

No Banco Central Europeu (BCE), o vice-presidente Luis de Guindos, afirmou que a política monetária deve continuar ajudando a manter a inflação sob controle e que mesmo uma recessão na Zona do Euro não seria suficiente para isso.

🇩🇪 DAX +0,76%

🇫🇷 CAC +0,87%

🇬🇧 FTSE +0.63%

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?