Como se fosse a primeira vez: profissionais do mercado recordam primeiro investimento da vida

26741

O mundo dos investimentos pode parecer intimidante para quem está começando. Afinal, por onde começar? Quais as melhores estratégias? Como evitar erros comuns? Por trás dos números, profissionais experientes também começaram essa jornada a partir do desconhecido, e têm muita história para contar.

A influenciadora da Nomos Investimentos Paula Sá, por exemplo, iniciou seus investimentos no Brasil em 2005, quando entrou para o mercado financeiro. Ela começou com produtos do Banco Votorantim, como CDBs e fundos, sempre mantendo uma postura conservadora, mas logo em seguida entrou em ações por meio de fundos, principalmente Vale [VALE3].

Três anos depois, em 2008, a influenciadora começou a diversificar seus investimentos, buscando CDBs de bancos menores com taxas mais atrativas, sempre com a proteção do FGC – Fundo Garantidor de Créditos.

“Se pudesse voltar atrás, a única coisa que mudaria seria não ter liquidado meu fundo de VALE3 com prejuízo na crise do subprime, em 2008”, refletiu. “Mesmo assim, estava dentro do risco que estava disposta a aceitar na época.”

Até um ano e meio atrás, Paula destaca que também comprava dólares em espécie, hábito mantido desde a infância, quando recebia sua mesada em dólares. Apesar de ter começado a investir oficialmente em 2005, ela conta que sempre foi poupadora e conseguiu seu primeiro objetivo ainda na década de 80: uma viagem à Disney.

Aos 11 anos, conseguiu pagar boa parte da experiência com o dinheiro guardado. Durante o passeio, ela prossegue, conseguiu economizar ainda mais, e retornou à casa com uma quantia considerável destinada às compras, já vislumbrando a possibilidade de uma próxima viagem. 

“Na época, não percebi isso como um investimento”, refletiu. “Mas, com o tempo, percebi que foi uma forma de fazer meu dinheiro render, considerando a desvalorização da nossa moeda.”

Atualmente, a influenciadora investe em ativos americanos por meio da XP Internacional, o que, segundo ela, a permite não apenas manter o dinheiro em dólar, mas também alavancar ganhos na bolsa americana.

Já Eduardo Rahal, analista chefe da Levante, iniciou os investimentos durante a universidade. Ele argumenta que a curiosidade pelo mundo financeiro foi despertada por meio da leitura de livros sobre o tema, que o introduziram aos conceitos básicos e os motivaram a explorar mais profundamente o campo. 

Orientado por amigos já experientes no mercado financeiro, o analista chefe deu o primeiro passo em renda fixa. Segundo ele, essa escolha provou ser acertada, pois o investimento inicial performou “muito bem”, superando “significativamente” o CDI. 

“Acredito que minha proatividade em aprender com as experiências alheias, através de leituras e conversas, foi fundamental para esse sucesso inicial”, afirmou.

Rahal brinca que a filosofia do técnico Abel Ferreira, que preconiza que os resultados, bons ou maus, devem ser processados em 24 horas, ressoa muito com a sua experiência no mercado financeiro. 

Inicialmente, frisa ter se sentido “bastante astuto, quase como se tivesse descoberto uma fórmula secreta para o sucesso”. Contudo, ele continua, a realidade do mercado rapidamente o mostrou que o equilíbrio é essencial e que cada sucesso, ou falha, é uma oportunidade de aprendizado.

“No mercado financeiro, cada erro é uma lição importante, e estar bem preparado inicialmente me ajudou a navegar por essas situações com mais confiança.”

Para iniciantes, Rahal aconselha “enfaticamente” a buscarem conhecimento, pois, por meio de um sólido entendimento do mercado, é possível minimizar erros, reduzir chances de ser enganado, além de melhorar sua capacidade de identificar boas oportunidades de investimento.

“Investir em si mesmo é o melhor investimento que alguém pode fazer”, salienta.

Ao mesmo tempo, Paula Sá recomenda que as pessoas entendam o risco que estão dispostas a assumir. “Não é necessário ser um especialista em produtos financeiros, mas é imprescindível entender o risco envolvido em cada investimento”, concluiu.

Patrocinado por Nomos Investimentos

Não quer cometer erros de principalmente? Conte com um assessor da Nomos para orientar cada passo da sua jornada. Clique aqui e abra a sua conta gratuita.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?