CPI dos EUA derruba Ibovespa; Americanas (AMER3) lidera perdas devido à sensibilidade com exterior

raul-najera-TAqspfWom04-unsplash (1)

O Ibovespa opera em queda nesta quinta-feira (13), mas reduz o ritmo de queda, seguindo as bolsas americanas e a mudança para alta nas cotações do petróleo. Ainda assim, o quadro é de cautela, após o CPI dos EUA reforçar perspectivas de aumento de 0,75 p.p. nos juros dos EUA no mês que vem.

O setor de mineração e siderurgia acompanha a aversão ao risco generalizada nesta volta de feriado nacional. Somado a isso, os papéis ligados às commodities metálicas são pressionados também pela queda do minério de ferro.

Diante desse cenário, CSN Mineração (CMIN3) puxa a fila de maiores perdas entre os pares e cai 5,28%, seguida por Vale (VALE3) que recua 1,93%. CSN (CSAN3) desvaloriza 0,51% e Usiminas (USIM5), 0,78%. Gerdau Metalúrgica (GOAU4) tem queda de 0,18%, mas Gerdau (GGBR4) destoa dos pares e sobe 0,19%.

Com isso, setores mais sensíveis ao cenário de alta de juros figuram entre as maiores quedas do Ibovespa. Destaque para Americanas (AMER3), que recua 6,23%, Embraer (EMBR3), 5,25%, e MRV (MRVE3), 5,13%.

A alta de 8,13% dos papéis da Braskem (BRKM3; BRKM5; BRKM6), liderando os ganhos do Ibovespa, segue refletindo notícias sobre uma nova proposta do fundo Apollo pela companhia, segundo operadores do mercado. Apesar da Braskem, Novonor e Petrobras negarem a informação, as ações da petroquímica ampliam os ganhos de 20% registrados na terça-feira (11). O Bradesco BBl destaca que, ao se tratar de eventos de fusões e aquisições, é sempre difícil ter uma forte convicção sobre o que efetivamente acontecerá.

“No entanto, apesar de várias manchetes anteriores mencionando potenciais compradores para a Braskem que nunca se materializaram, desta vez poderia ser diferente, especialmente porque uma oferta de R$ 47 por ação provavelmente faria sentido do ponto de vista dos vendedores”, comentam os analistas Vicente Falanga e Gustavo Sadka em relatório.

Ocupando a segunda colocação na lista de maiores ganhos do Ibovespa,as ações da Eztec (EZTC3) ganham fôlego e sobem 3,14%, na contramão dos pares da construção. A alta reflete a boa recepção do mercado às prévias operacionais do terceiro trimestre de 2022 divulgadas pela companhia. 

Desempenho do Ibovespa em 13 de outubro (Fonte: Bloomberg)

O dólar reduz a alta intradiária, enquanto o mercado local se ajusta à desaceleração do dólar no exterior e à entrada de fluxo cambial de investidor estrangeiro e de exportadores no mercado à vista. 

Além disso, o CPI americano subiu 0,4%, um pouco acima do esperado, e a moeda já vinha em alta forte desde ontem. Desta forma, investidores reduzem posições em dólar diante da preocupação com uma recessão global.

🇧🇷 Ibovespa -0,23% (114.561)

💵 Dólar -0,15% (R$ 5,26)

Cotações registradas às 12h55
 

Commodities

O petróleo acelerou a alta no mercado futuro, com investidores digerindo os dados de estoques nos EUA, que mostraram avanço muito acima do esperado nas reservas americanas, mas queda na produção diária e nos estoques de destilados.

O minério de ferro encerrou em queda pelo segundo pregão seguido.

🛢 Brent +2,26% (US$ 94,54)

🛢 WTI +2,33% (US$ 89,30)

🇨🇳 Minério de ferro -2,45% (US$ 96,8)

Cotações registradas às 12h55; minério de ferro referente a Dalian

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?