PMI: O que é e como afeta seus investimentos

banknotes-g5a84e6f74_1920

Divulgados nesta sexta-feira (22), as preliminares dos PMIs da Zona do Euro referentes a julho chamaram atenção especial do mercado ao sinalizarem contração na atividade econômica do bloco pela primeira vez desde fevereiro de 2021. Os EUA publicaram os resultados às 10h45, com retração do setor de serviços.

Sigla para Purchasing Managers Index, o PMI também é conhecido, em português, como índice dos gerentes de compras, índice de atividade dos gerentes de compras ou índice de atividade industrial.

O número sinaliza a direção da economia de determinado país baseado nas respostas de uma pesquisa. O objetivo é entender a opinião dos participantes acerca das condições de trabalho no mercado. As perguntas englobam os preços, as ordens, volume e muitas outras características importantes da indústria.

De acordo com Marco Ferrini, analista de macroeconomia da Benndorf Research, “os PMIs estão entre os principais indicadores de saúde de uma economia e conseguem oferecer uma perspectiva sobre qual rumo determinado país ou mercado está tomando”. Dessa forma, o indicador é relevante para traçar expectativas e encontrar possíveis oportunidades de investimento.

Como o nome revela, as perguntas são direcionadas aos gerentes de compras de empresas que atuam em determinadas áreas, com o objetivo de prever a atividade econômica e ser capaz de compreender antecipadamente os períodos de expansão ou de contração da atividade econômica, a fim de orientar os diversos profissionais do mercado.

Classificado como um indicador soft data, o PMI é como um tipo de “termômetro” dos ciclos e dos movimentos da economia. Por isso, os números são monitorados mês a mês por empresários, traders, analistas, autoridades e governos.

Atualmente, o índice ganhou relevância adicional para a leitura das condições dos setores do mercado, por conta dos temores quanto a uma recessão na Europa.

“As prévias dos PMIs europeus de hoje reforçam a conjuntura de desaceleração que já vinha se desenhando desde o início do ano e que ganhou tração com a guerra na Ucrânia”, explica Marco. “Além do nível de atividade decadente, os países do euro sofrem com recordes consecutivos da inflação e a alta instabilidade causada pelo conflito no leste europeu, fatores que reduzem o poder de compra da população e geram medo, contribuindo ainda mais para a perda de ritmo das economias”.

Como é calculado?

Índice de Gerentes de Compras (PMI) é calculado a partir da média ponderada dos dados estatísticos de alguns setores da economia. Os dados são mensurados por meio de pesquisas mensais enviadas para os gerentes de compras de empresas específicas. O cálculo é composto, formado tanto pelo setor de indústria como de serviços.

O indicador tem variação de 0 a 100, e uma leitura acima dos 50 indica que o setor avaliado está em crescimento. Logo, um resultado inferior a 50 indica contração e desperta sinais de alerta entre os investidores. Tanto a pesquisa quanto a divulgação dos resultados são feitos mensalmente. Tanto a leitura preliminar quanto o resultado final são aguardados pelos envolvidos no mercado financeiro.

Hoje, foi divulgada a leitura preliminar da Zona do Euro. O PMI composto do bloco caiu para menos de 50 em julho, chegando a 49,4. Ou seja, houve uma retração na indústria, agravando receios de uma recessão na Europa.

Isso porque, de acordo com o analista da Benndorf, “no caso dos índices de países, que medem o nível de atividade do setor industrial, de serviços e composto (resultado final entre indústria e serviços), todo resultado abaixo de 50 representa uma contração do nível de desempenho do setor ou da economia como um todo”.

Marco também acrescenta que “no caso dos subíndices que compõem os PMIs, podemos interpretar números abaixo de 50 como positivos em determinados cenários”. Ele menciona dois exemplos: “no cenário atual de inflação recorde na grande maioria dos países desenvolvidos, seriam contrações nos subíndices de Prazos de Entrega dos Fornecedores e de Preços, que sinalizariam menos atrasos nas entregas e queda dos preços, indicando para nós um possível topo da inflação”.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE